Publicidade

Estado de Minas

Saúde mineira descarta caso do novo coronavírus que estava sob suspeita

Brasil permanece sem registro do novo coronavírus. Até o momento, seis casos suspeitos são monitorados pelo Ministério da Saúde no país


postado em 13/02/2020 22:19 / atualizado em 13/02/2020 22:24

Enquanto casos são descartados no Brasil, diagnósticos só aumentam na China(foto: Lilian Suwanrumpha/AFP)
Enquanto casos são descartados no Brasil, diagnósticos só aumentam na China (foto: Lilian Suwanrumpha/AFP)

 

A Secretaria de Estado de Saúde descartou o caso de novo coronavírus que estava em investigação em Minas Gerais. O quadro clínico havia sido notificado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) no último dia 6.


Segundo informações da Saúde estadual, tratava-se de uma mulher de 49 anos, que desembarcou de Xangai no último dia 1º. A paciente estava internada em um hospital particular da Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Essa é a terceira notificação descartada em Minas desde que a crise do novo coronavírus tomou conta da China, país que concentra a imensa maioria dos diagnósticos confirmados.


Uma das notificações foi de uma estudante de 22 anos que esteve na cidade de Wuhan, na região central da China, tida como epicentro da doença.


Ela chegou a ficar internada no Hospital Eduardo de Menezes, referência em doenças infectocontagiosas, localizado no Barreiro. O perigo foi afastado em 31 de janeiro, após a realização de três exames de sangue, que deram negativo para a doença.


Em 21 de janeiro, outra paciente de 35 anos foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro-Sul com sintomas respiratórios compatíveis com a doença viral aguda causada pelo coronavírus.


A mulher viajou a Xangai para participar de um evento internacional e desembarcou na capital em 18 de janeiro. Contudo, a Saúde descartou o caso dela no dia 23 do mesmo mês.


Brasil


Caiu de 11 para seis o número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil, segundo informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (13).


Ainda não houve nenhum caso confirmado no País e não há a circulação do vírus em nenhum país da América do Sul.


Já houve o registro de 40 casos suspeitos que foram analisados e descartados.


Dentre os seis casos suspeitos, três estão em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul e um no Paraná. Todos eles são de pessoas que viajaram para a China.


Os casos estão sendo analisados pelo laboratório do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.


A queda de casos suspeitos no Brasil ocorre logo após a província chinesa de Hubei, epicentro da epidemia de coronavírus, registrar um salto no número de novos casos e de mortes.


Segundo balanço das autoridades chinesas divulgado na noite de quarta-feira (12), foram registradas 242 novas mortes pela doença, fazendo com que o total de óbitos ultrapasse a marca de 1.350.


Também houve a confirmação de 14.840 novos casos de contágio na região, elevando o total de infectados para quase 60 mil.

 

Com Agência Estado 


Publicidade