Publicidade

Estado de Minas

Chuva: Contagem também decreta situação de emergência

Objetivo, segundo o Executivo municipal, é ''agilizar captação de recursos federais para atendimento às vítimas''


postado em 20/01/2020 19:41 / atualizado em 20/01/2020 19:55

Reunião contou com a presença de autoridades das esferas municipal, estadual e federal(foto: Divulgação/Prefeitura de Contagem)
Reunião contou com a presença de autoridades das esferas municipal, estadual e federal (foto: Divulgação/Prefeitura de Contagem)

 

Assim como Belo Horizonte fez, a Prefeitura de Contagem decretou situação de emergência diante dos problemas causados pela chuva de domingo. A inundação arrasou a Avenida Tereza Cristina, que passa também pela cidade da Grande BH.

 

Segundo a prefeitura, o objetivo é captar recursos junto ao governo federal para atender as famílias afetadas. A decisão de optar pelo decreto de emergência foi tomada durante reunião do prefeito Alex de Freitas (PSDB) com outras autoridades da cidade e dos governos do estado e da federação.


Apesar disso, ainda não há definição sobre os valores destinados ao amparo das vítimas.


Assim como o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) disse em entrevista coletiva nesta segunda, o coronel Alexandre Lucas, secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, disse que a chuva de domingo foi um “fenômeno raro, que acontece a cada mil anos”.

 

Em Contagem, a situação mais grave aconteceu na Vila Barraginha, onde várias pessoas perderam tudo. Na Vila Itaú, cinco pessoas foram içadas pelo cesto do helicóptero do Corpo de Bombeiros (veja vídeo abaixo). Elas foram salvas instantes antes da laje onde estavam desabar.

 

 

 

Outra limitação causada pelas chuvas em Contagem aconteceu na Avenida Alvarenga Peixoto, no Bairro Amazonas. Lá, comerciantes tiveram suas barracas levadas pela enxurrada. 

 
Com Márcia Maria Cruz e Fernanda Borges 



Publicidade