Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas PRAENTENDER

Chuva em BH: alagamentos no Arrudas têm solução?

Como ninguém aguenta mais a repetição de cenas trágicas toda vez que chove em Belo Horizonte, a gente fez esse vídeo #praentender se há solução para o Ribeirão Arrudas


postado em 20/01/2020 19:00 / atualizado em 21/01/2020 11:13

O transbordamento das águas do Ribeirão Arrudas provoca sempre imagens impactantes, com resgates cinematográficos, cenas lamentáveis e muito revolta. E não é para menos. Imagens dos anos 1970 e 1980 revelam que nesse período houve registro de ao menos sete grandes enchentes nesta região de Belo Horizonte. Especialistas apontam soluções: veja o vídeo abaixo.

O problema é que estamos em 2020 e pouca coisa eficaz é feita. A situação é tão complicada, que remonta à própria noção de desenvolvimento e de urbanização das cidades. Na ainda jovem capital da década de 1920, enxurradas eram responsáveis por transtorno para quem vivia às margens do ribeirão.

A região na qual está localizada Belo Horizonte tinha quase 700 quilômetros de cursos d’água quando a capital foi projetada. Porém, nos projetos originais da construção da cidade, eles foram ignorados. O mapa hidrográfico atual da cidade mostra um pouco as consequências desse começo desastroso.

No caminho das águas há trechos em leito natural. Canalizados, mas abertos. Canalizados fechados e os canalizados em seção tubular. BH tem ainda outros vários cursos d'água ainda não cadastrados.

(foto: Arte: Soraia Piva/EM/D.A Press)
(foto: Arte: Soraia Piva/EM/D.A Press)

 
A história de Belo Horizonte é de negação da água. Nesse modelo desenvolvimentista urbano, baseado na indústria, na verticalização e no asfalto, a cidade rompeu com suas águas urbanas. Culturalmente, os moradores da cidade sempre enxergaram as águas como local para lançar o lixo. Na opinião de especialistas, só é possível ter um novo Ribeirão Arrudas se os erros do passado forem corrigidos.






 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade