Publicidade

Estado de Minas

Empresas interessadas em executar obras na Vilarinho já podem se cadastrar

Prefeitura de Belo Horizonte abriu processo de pré-qualificação que vai selecionar empresas para participar da licitação prevista para primeiro semestre de 2020


postado em 14/01/2020 14:34 / atualizado em 14/01/2020 15:13

Transbordamento do córrego Vilarinho no início do ano deixou vários estragos na Região de Venda Nova(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press - 04/01/2020)
Transbordamento do córrego Vilarinho no início do ano deixou vários estragos na Região de Venda Nova (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press - 04/01/2020)

Empresas interessadas em participar da licitação para realização de obras na região da Avenida Vilarinho, na Região de Venda Nova, já podem se cadastrar. O aviso de pré-qualificação foi divulgado nesta segunda-feira pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura.

As intervenções propostas preveem a ampliação da capacidade de armazenamento de água excedente em pontos estratégicos dos córregos Nado e Vilarinho. Segundo a prefeitura, serão implantados novos reservatórios e ampliada a capacidade dos outros quatro que já existem na região.

Esta pré-qualificação funciona como a fase de habilitação de um processo licitatório comum. As empresas cadastradas devem estar dispostas a executar as obras e serviços para a otimização do Sistema de Macrodrenagem dos Córregos Vilarinho, Nado e Ribeirão Isidoro.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte, esse procedimento foi adotado para analisar mais detalhadamente a documentação das empresas. A licitação está prevista para o primeiro semestre deste ano e só poderão participar as empresas devidamente habilitadas neste procedimento.

“Com isso, aumenta-se a segurança de que somente participarão da licitação empresas que tenham capacidade de executar a obra, além de aumentar a agilidade da contratação”, informou a prefeitura.

As obras serão fiscalizadas pela Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), e o valor estimado para esta etapa é de R$ 130 milhões. A empresas interessadas deverão consultar o edital no portal da Prefeitura.

Estragos na Vilarinho

A Avenida Vilarinho sofre constantemente com o perído de chuvas. No início deste ano, o córrego Vilarinho transbordou e inundou diversas ruas. Um muro caiu e atingiu um dos prédios do condomínio que fica na Rua das Amoreiras, número 71. Os moradores passaram momentos de terror ao verem o muro do galpão ceder e a água invadir o prédio. A água subiu em até dois metros de altura e invadiu os dois primeiros andares do prédio.

Ver galeria . 10 Fotos Defesa Civil fechou acesso a Avenida Vilarinho por conta do transbordamento do córrego de mesmo nomeGladyston Rodrigues/EM/D.A Press
Defesa Civil fechou acesso a Avenida Vilarinho por conta do transbordamento do córrego de mesmo nome (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press )


* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 


Publicidade