Publicidade

Estado de Minas

Tumulto no Mineirão: torcedores feridos já receberam alta do Hospital João XXIII

Ao menos 32 pessoas ficaram feridas. Mordido no nariz, torcedor em estado mais grave dispensou atendimento


postado em 09/12/2019 10:05 / atualizado em 09/12/2019 10:24

(foto: Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A. Press)
(foto: Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A. Press)
O tumulto que tomou conta das arquibancadas e do lado externo do Mineirão, antes do final do jogo entre Cruzeiro e Palmeiras na tarde deste domingo, deixou 32 torcedores feridos. Entre eles, três pessoas precisaram ser encaminhadas ao Hospital João XXIII, mas foram liberadas nesta segunda-feira.

O jogo acabou antes mesmo de completar o tempo regulamentar, em 2 a 0 para a equipe alviverde. O resultado decretou a queda do time celeste para a Série B do Campeonato Brasileiro. Durante a confusão, torcedores pularam de um setor para outro no Mineirão até a situação se estabilizar.
 
De acordo com a Polícia Militar (PM), a confusão começou quando alguns integrantes de uma torcida organizada começaram a jogar bombas e arremessar cadeiras em outro setor do estádio.  
 
Durante o tumulto, um homem teve o nariz dilacerado por uma mordida de um outro torcedor. Ele teria que passar por uma cirurgia de reconstrução de face, mas preferiu dispensar o atendimento.
 
A Polícia Militar usou bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo para conter a confusão. Quatro pessoas foram presas. Imagens das câmeras de segurança estão sendo analisadas para identificar os vândalos
 


Publicidade