Publicidade

Estado de Minas

'Muito ansioso e feliz': pequeno Luís Henrique se prepara para cirurgia de catarata

O menino ganhou a cirurgia de um oftalmologista em BH após esperar mais de três anos pelo procedimento via Secretaria Municipal de Saúde


postado em 08/10/2019 17:38 / atualizado em 08/10/2019 20:24

Luís Henrique contou que está muito feliz e ansioso pela cirurgia (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Luís Henrique contou que está muito feliz e ansioso pela cirurgia (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

O pequeno Luís Henrique, que ganhou uma cirurgia de catarata do oftalmologista Luiz Laborne chegou a Belo Horizonte nesta terça-feira (8). A avó, Sandra dos Santos, de 45 anos, veio com o menino de Januária, no Norte de Minas, para conhecer o médico e conversar sobre o procedimento.

O médico explicou à família que o olho esquerdo, com catarata, tem visão zero e falta a ele noção de profundidade. Por isso, Luís Henrique bate nos objetos. O especialsita acrescentou que a cirurgia a laser é importante, apesar de ser de alto risco. É um procedimento rápido, com duração entre 15 e 20 minutos.

“Fazemos uma abertura de 1,5mm na borda da córnea, colocamos um aparelho de ultrassom, retiramos esse cristalino opacificado branco, que é a catarata, e implantamos uma outra lente, que entra dobrada e abre dentro do olho”, explicou o oftalmologista. Devido à idade, o garoto vai passar por anestesia geral

Além da catarata, Luís Henrique nasceu com coloboma de retina no olho, ou seja, a imagem que ele enxerga apresenta uma parte falha. O médico informou que essa condição não é eliminada. Uma semana depois da cirurgia, ele fará um exercício para ajudar na diminuição da baixa visão causada pelo efeito do coloboma. “É uma fisioterapia para o olho voltar a enxergar”, disse Luiz Laborne. 

O médico disse que fará o pedido da lente intra-ocular necessária para a cirurgia do menino e que, posteriormente, ele vai usar um óculos para tratar os 5 graus de miopia. 

Luis Henrique disse que tromba na televisão em casa por conta de sua condição no olho e que está muito alegre e ansioso para fazer a cirurgia. Sandra contou que após ter esperado mais de três anos pela operação, via Secretaria de Saúde Municipal, ficou muito feliz que o médico tenha se prontificado em oferecer o procedimento, que custaria R$ 7.500 em sua cidade. 
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade