Publicidade

Estado de Minas

Homem é preso por produzir ecstasy com medicamento para disfunção erétil no Barreiro

Foram apreendidos bebidas alcoólicas, 196 micropontos de LSD, uma prensa, 350 comprimidos de drogas sintéticas e insumos para a produção


postado em 07/10/2019 16:57 / atualizado em 07/10/2019 18:25

Foram apreendidos bebidas alcoólicas falsas, além de comprimidos de LSD e esctasy (foto: Gladston Rodrigues/EM/D.APress)
Foram apreendidos bebidas alcoólicas falsas, além de comprimidos de LSD e esctasy (foto: Gladston Rodrigues/EM/D.APress)


Um homem de 25 anos foi preso na última quinta-feira (3) por tráfico de drogas e falsificação de bebidas alcoólicas, no Bairro Vila Castanheira, Região do Barreiro. Os comprimidos de ecstasy eram feitos com medicamente para disfunção erétil, areia de gato, parafina, farinha de trigo, corantes, entre outros insumos, segundo a Polícia Civil. Atualmente ele está em prisão domiciliar, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. 

A investigação começou quando a polícia soube que em grandes eventos da Região Metropolitana de Belo Horizonte havia bebidas alcoólicas falsas, especialmente vodca. O suspeito ainda informou aos policiais que as drogas tinham perdido o efeito químico, já que o MDMA, princípio ativo do ecstasy, que ele utilizava tinha acabado, o que o levou a usar estimulante sexual para a produção. 

Segundo o delegado Rafael Horácio, o criminoso tinha uma distribuidora antes de cometer o crime, porém, o estabelecimento foi à falência. Quando os policiais chegaram ao local, ele quebrou o celular e impediu que compradores e fornecedores fossem identificados

O criminoso vendia 1 mil comprimidos de ecstasy por R$ 2 mil, sendo que um comprimido custa entre R$ 30 e R$ 100, de acordo com o delegado. Foram apreendidos bebidas alcoólicas, 196 micropontos de LSD, uma prensa, 350 comprimidos de drogas sintéticas e insumos para a produção. 

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade