Publicidade

Estado de Minas

Tentativa de assalto aos Correios termina em tiroteio em Montes Claros

Criminosos armaram invadiram a agência pela manhã, mas foram surpreendidos por um agente penitenciário. Seis pessoas tiveram ferimentos leves


postado em 30/09/2019 12:33 / atualizado em 30/09/2019 23:12

Movimento em frente à agência Central dos Correios em Montes Claros após o crime(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Movimento em frente à agência Central dos Correios em Montes Claros após o crime (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)

 

Funcionários e clientes da agência central dos Correios, em Montes Claros, no Norte de Minas, viveram momentos de pânico na manhã desta segunda-feira (30) diante de um tiroteio durante uma tentativa de assalto à unidade.


Homens armados entraram na agência, anunciando o roubo. Um agente penitenciário, também armado, reagiu. Houve uma troca de tiros. Cinco pessoas tiveram ferimentos leves, devido a estilhaços de vidros, enquanto outra sofreu um ferimento de raspão causado por arma de fogo.


De acordo com informações da assessoria de comunicação da 11ª Região da Polícia Militar (RPM), por volta das 10h, dois homens entraram na agência, situada na Praça da Matriz, no Centro da cidade, que estava lotada.


Eles renderam um dos funcionários. Um agente penitenciário que estava no interior da agência reagiu e atirou em direção aos marginais, que não foram atingidos e revidaram, fazendo disparos em direção ao agente penitenciário, também sem acertá-lo. Pessoas deitaram no chão devido à troca de tiros.


Um policial militar que estava à paisana e passava em frente à agência dos Correios, ao ouvir os tiros, ofereceu apoio ao agente penitenciário e conseguiu dominar um dos ladrões, que acabou preso. Na sequência, chegou ao local uma equipe de reforço da Polícia Militar. Mas, o outro suspeito conseguiu fugir.


O detido foi identificado como José Inácio Santos de Jesus, de 20 anos. Ele tem várias passagens por diferentes crimes, como tráfico de drogas, roubo e furto, segundo a polícia.


O homem mora no local conhecido como Conjunto Tancredo Neves, em Montes Claros. Ele usava um falso colete à prova de balas no momento da tentativa de assalto. Isto é, o arcabouço do equipamento estava colado ao corpo do jovem, mas não havia proteção de fato.


Ainda conforme a 11ª RPM, seis pessoas que estavam dentro da agência foram atingidas por estilhaços de vidro e tiveram ferimentos leves. Houve correria e pânico. Uma idosa que estava no local passou mal e também precisou de atendimento médico.


O homem preso durante a tentativa de assalto foi levado para a delegacia de plantão e ainda não foi identificado. O comparsa dele está sendo procurado. Fontes ouvidas pela reportagem disseram que a agência tinha seguranças armados há pouco tempo, mas eles foram dispensados.


Publicidade