Publicidade

Estado de Minas

Assunção de Nossa Senhora: procissão e missa na Catedral Cristo Rei marcam feriado em BH

Na mesma data em que se comemorou a Festa da Padroeira da Capital, Nossa Senhora da Boa Viagem, ocorreu o início a abertura da 6ª Assembleia do Povo de Deus


postado em 15/08/2019 18:41 / atualizado em 15/08/2019 18:56

Fiéis percorreram a Avenida Afonso Pena em direção à Igreja da Boa Viagem, no Centro(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Fiéis percorreram a Avenida Afonso Pena em direção à Igreja da Boa Viagem, no Centro (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Foi realizada no fim da tarde desta quinta-feira a procissão luminosa pelas ruas do Centro de Belo Horizonte para marcar o dia da Assunção de Nossa Senhora, celebrado pelos católicos. Os fiéis percorreram a Avenida Afonso Pena em direção à igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem.

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, convocou os fiéis para renovarem as diretrizes dos trabalhos desenvolvidos pela Arquidiocese de Belo Horizonte. Na mesma data em que se comemorou a Festa da Padroeira da capital, Nossa Senhora da Boa Viagem, ocorreu o início a abertura da 6ª Assembleia do Povo de Deus. As assembleias são realizadas a cada quatro anos e buiscam renovar os trabalhos da igreja.

Mais cedo, milhares de pessoas participaram, da 24ª Peregrinação da Juventude ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, no alto da Serra da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de BH.

O dogma da Assunção da Virgem Maria foi proclamado pelo Papa Pio XII (1876-1958), em 1º de novembro de 1950. A tradição ensina que a mãe de Jesus foi elevada ao céu de corpo e alma, após sua morte. Quando o sumo pontífice decretou o dogma por meio da Constituição Apostólica Munificentissimus Deus, os católicos comemoraram pelo mundo.

Dom Walmor também celebrou missa na Catedral Cristo Rei, Região Norte da cidade(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Dom Walmor também celebrou missa na Catedral Cristo Rei, Região Norte da cidade (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


“No dia de Assunção, nós celebramos a nossa grande esperança, para reacender a esperança no coração de cada um. E, por isso, nossa arquidiocese abre caminho para a 6ª Assembleia do Povo de Deus para dialogar com o povo, com a sociedade e com os valores do evangelho”, disse Dom Walmor Oliveira, na tarde desta quinta-feira.

A solenidade ocorreu no canteiro de obras da Catedral Cristo Rei, na Avenida Cristiano Machado, no Bairro Juliana, Região Norte de Belo Horizonte. Lá, iniciou-se a abertura do evento. De agosto a dezembro, grupos se reúnem nas paróquias para apresentar propostas. Ao final, o conjunto de indicações é apresentado, com a publicação do Projeto de Evangelização Proclamar a Palavra. E, para a cozinheira Mônica de Oliveira, de 51 anos, a igreja precisa continuar buscando a paz. “É necessário mais amor à humanidade, amor ao próximo, perdão, fé e gratidão. Está em falta do mundo inteiro”, disse durante a cerimônia na catedral.

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Logo após a abertura da Assembleia, foi realizada uma carreata até a Praça da Rodoviária, no Centro de Belo Horizonte. Lá, os fiéis varam o Terço e, em seguida, partiram em procissão luminosa até a Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem. Às 18h, dom Walmor celebrou a missa.


Publicidade