Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros resgatam filhote de cachorro preso em vala em Sabará; veja vídeo

Mulher que caminhava pela estrada ouviu o choro do animal e chamou os bombeiros


postado em 10/07/2019 18:10 / atualizado em 10/07/2019 21:06


O choro de um cachorro foi o suficiente para salvar sua vida. O Corpo de Bombeiros resgatou, na manhã desta quarta-feira (10), um filhote que estava preso em uma vala às margens da ‘estrada do Fátima’, após uma mulher escutar o choro e acionar a corporação.

Juliane da Silva, de 40 anos, ouviu os lamentos do animal enquanto caminhava pela estrada, na divisa com o Bairro Vitória, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. “Tenho costume de correr e hoje nem iria porque estava muito cansada, mas de repente decidi ir. Quando cheguei lá, ouvi o choro e subi para procurar”, contou. 

Quando Juliane chegou, encontrou a mãe do cachorro em uma espécie de túnel, próximo à vala em que um dos filhotes caiu. “Nunca tinha me deparado com essa situação. Fiquei desesperada, em prantos. Chamei os bombeiros e eles me acalmaram”, contou.

Os bombeiros afirmaram que o cão estava preso em uma vala aberta de talude por ação de enxurrada, com cerca de um metro e meio de profundidade e 30 centímetros de largura. 

“Não dava pra ver ele, mas a gente escutava. Precisamos utilizar uma pá para abrir a entrada”, disse o sargento Fonseca, que participou da operação juntamente com outros dois militares. Apesar do resgate ser comum, os bombeiros ficaram felizes com o fim da operação. “Foi complicado, é perigoso, tem risco da gente cair barranco. Então, é bacana demais pra gente ter uma resposta positiva”, completou.

Juliane levou o animal para casa e agora procura alguém para doação. “Foi coisa de Deus, ficamos muito emocionados. Agora o filhote está lá em casa bem cuidado, sem passar frio”. Quando a corporação chegou ao local, a mãe não estava mais por lá. Contudo, Juliane afirmou que vai continuar fazendo vistorias na região para verificar se encontra os outros cachorros.
 
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade