Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil resgata cães em situação de maus-tratos; animais estão para adoção

De acordo com investigadores, não havia água, ração ou qualquer outro tipo de alimento para os cães


postado em 04/07/2019 20:35 / atualizado em 04/07/2019 21:01

São quatro animais adultos e nove filhotes(foto: Polícia Civil/ divulgação)
São quatro animais adultos e nove filhotes (foto: Polícia Civil/ divulgação)
Após denúncia de maus-tratos contra animais, a equipe de policias civis da Delegacia Especializada de Investigação de Crimes contra a Fauna (DEICCF) encontrou 13 cães no Bairro Providência, na Região Norte de Belo Horizonte. Os animais, quatro na fase adulta e nove filhotes, além de estarem com fome e sede, apresentavam infestação de pulgas e carrapatos, desnutrição, comportamento de apatia e desânimo.

De acordo com a corporação, não havia água, ração ou qualquer outro tipo de alimento para os cães. Além disso, havia excesso de mato, lixos, sujeiras e objetos sem utilidades espalhados e com sinais de que foram roídos pelos animais.

Questionada sobre o trato dos animais, a tutora justificou que os cães derrubam a vasilha com água e que ração havia acabado na noite anterior. Porém, quando os policiais alimentaram os cães com ração e água, eles disputaram o que foi oferecido.

Além de estarem com fome e sede, apresentavam infestação de pulgas e carrapatos, desnutrição, comportamento de apatia e desânimo (foto: Polícia Civil/ divulgação)
Além de estarem com fome e sede, apresentavam infestação de pulgas e carrapatos, desnutrição, comportamento de apatia e desânimo (foto: Polícia Civil/ divulgação)
Cinco dos cães, os mais debilitados, foram levados para atendimento médico no hospital veterinário do Centro Universitário de Belo Horizonte (UNIBH). A castração dos cães adultos está sendo programada, mas a doação dos filhotes já pode ser feita.

Os interessados devem ligar para (31) 3212-1356 ou ir pessoalmente ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes contra o Meio Ambiente (Dema) - Rua Bernardo Guimarães, 1.571, Bairro de Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade