Publicidade

Estado de Minas

Mulher baleada na cabeça durante ataque em Uberaba passa por cirurgia

A vítima foi atingida por tiros disparados pela quadrilha que atacou bancos na cidade do Triângulo Mineiro. Outro homem foi atingido na perna


postado em 27/06/2019 14:40 / atualizado em 27/06/2019 15:43

Ao todo, 10 homens foram presos depois de fazer sete pessoas reféns(foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Ao todo, 10 homens foram presos depois de fazer sete pessoas reféns (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)

Segue internada em estado grave, a mulher baleada na cabeça durante o ataque de uma organização criminosa a agências bancárias de Uberaba, na Região do Triângulo Mineiro. A vítima, que não teve o nome divulgado, passou por cirurgia e está internada no Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Lá, também está um outro morador baleado na perna. Um homem, de 57 anos, morreu depois de sofrer um infarto durante a ação da quadrilha.




A mulher foi atingida por disparos durante a ação dos criminosos. Segundo os bombeiros, ela estava em um Uber. Ela foi socorrida e encaminhada para o hospital. Segundo a assessoria de imprensa da unidade de saúde, a paciente passou por cirurgia e ficará internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O estado de saúde dela é considerado grave. Ela corre risco de morrer.

Ver galeria . 23 Fotos Criminosos levaram pânico à cidade de Uberaba na madrugada desta quinta. Eles explodiram uma agência bancária e se envolveram em um tiroteio. Duas pessoas ficaram feridas. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra mulheres e crianças deitados no chão em um hospital da cidade para se proteger do tiroteioReprodução da internet/Twitter
Criminosos levaram pânico à cidade de Uberaba na madrugada desta quinta. Eles explodiram uma agência bancária e se envolveram em um tiroteio. Duas pessoas ficaram feridas. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra mulheres e crianças deitados no chão em um hospital da cidade para se proteger do tiroteio (foto: Reprodução da internet/Twitter )


Além da mulher, um homem, que também não teve o nome divulgado, foi ferido na perna por um tiro. Ele também está internado no mesmo hospital. Segundo a assessoria de imprensa da unidade, ele segue internado, mas sem gravidade. Não há previsão para o paciente receber alta.

Durante a ação da organização criminosa, um homem de 57 anos morreu. A vítima estava em casa e sofreu um infarto. Segundo o Corpo de Bombeiros, o tiroteio ainda em andamento e obstáculos colocados nas vias dificultaram o atendimento rápido.

Grupo estava com armas de grosso calibre(foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Grupo estava com armas de grosso calibre (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)

O ataque

Por volta das 4h, uma quadrilha fortemente armada explodiu uma agência do Banco do Brasil, na Avenida Leopoldino de Oliveira, no centro. A explosão foi ouvida na região e alertou os policiais, que entraram em confronto com os bandidos. Durante a perseguição, os bandidos chegaram a usar um caminhão para bloquear o trânsito no entorno do local atacado e impedir o acesso dos agentes. Duas pessoas foram atingidas, sendo um homem ferido por estilhaços e uma mulher atingida no rosto. Dois seguranças do banco inalaram fumaça e precisaram de atendimento médico.




Os bandidos atiraram durante muito tempo, atingindo imóveis públicos, como a Câmara Municipal e o próprio quartel do Corpo de Bombeiros, como informou o tenente-coronel Anderson Passos, comandante do Batalhão de Uberaba.  Segundo ele, o chamado para atender a vítima de infarto foi por volta das 5h30. O homem foi identificado como Lauriston Cobo Gomides Júnior, morador do Bairro Cristo Rei. “Em uma condição normal, a gente chegaria em poucos minutos, o tempo foi prejudicado em razão disso (ataque)”, explicou o militar. Os militares fizeram manobras para reanimar a vítima, mas sem sucesso. “A equipe do Samu também foi acionada e o óbito foi constatado pelo médico”, disse.

Prisão


Depois do ataque, os criminosos fugiram e fizeram sete pessoas reféns em um caminhão que transportava trabalhadores para uma fazenda da região. O veículo foi cercado pelos policiais no km 765 da BR 262, entre Uberaba e Araxá. Por volta das 10h30, depois de aproximadamente duas horas de negociação com os agentes, os criminosos decidiram liberar os reféns. Ao todo, 10 homens foram presos com armamentos pesado, como fuzil, carabina e rifle.

As buscas por outros criminosos continuam. A suspeita é de que haja outros indivíduos escondidos dentro da mata, já que uma caminhonete Saveiro com marcas de sangue foi localizada próxima ao caminhão. Os policiais acreditam que a quadrilha seja composta de 20 pessoas.

Aulas Suspensas

Por meio de postagens no perfil oficial no Facebook, a Prefeitura de Uberaba informou que as aulas nas escolas municipais e nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis) foram suspensas nesta quinta-feira até que a PM determine a abertura das unidades. Outros serviços do Executivo também não vão funcionar hoje.

“A Prefeitura de Uberaba informa que os órgãos públicos municipais estarão fechados esta manhã de quinta-feira. Expediente começará às 12h. Apenas os setores de atendimento médico de urgência e emergência funcionarão orientados pelas forças de segurança da cidade”, publicou.

No início da manhã, as vans escolares e ônibus do transporte coletivo foram recolhidos. A retomada do transporte público foi confirmada por volta das 8h20.

Falta de energia

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que 1,3 mil pessoas estão sem energia no município. Ainda não se sabe se a interrupção fazia parte dos planos dos bandidos ou se ela ocorreu devido à troca de tiros entre os criminosos e os policiais militares.

Técnicos da Cemig já estão trabalhando para retomar a distribuição de energia. Ainda não há previsão exata de quando a situação voltará ao normal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade