Publicidade

Estado de Minas

Fiscal de ônibus é atacado com explosivo no Bairro Gameleira

Vítima estava no ponto de ônibus quando um veículo não identificado se aproximou e um dos ocupantes arremessou o artefato. A motivação e a autoria ainda são desconhecidas


postado em 26/09/2018 15:01 / atualizado em 26/09/2018 16:45

(foto: Reprodução Google Street View)
(foto: Reprodução Google Street View)


A Polícia Civil vai investigar o crime contra um fiscal de ônibus, de 42 anos. O homem foi atacado com explosivo na noite dessa terça-feira, no Bairro Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte. A autoria e motivação do crime permanecem desconhecidos.

Segundo informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), a vítima estava sentada no ponto de ônibus, na Rua Cândido de Souza, quando um carro preto se aproximou e um dos ocupantes arremessou um explosivo em sua direção. Por reflexo, ele colocou a mão na frente do rosto e teve o braço e dedos queimados.

Após o ataque, o fiscal entrou em um ônibus e foi até o Centro da cidade. Quando passava pela Avenida Amazonas, avistou uma viatura da PM  e desceu para pedir ajuda. Os militares o levaram para ser atendido no Hospital João XXIII.

A vítima não soube dizer mais informações sobre os autores da agressão, o modelo do veículo e qual seria o motivo do ataque.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade