Publicidade

Estado de Minas

Polícia acredita que investigador tenha sido executado em bar de Contagem

Os primeiros levantamentos apontam que o policial levou cinco tiros pelas costas


postado em 13/04/2018 18:16 / atualizado em 14/04/2018 09:14

Circuito interno do bar mostrou briga que levou à morte de duas pessoas (foto: Reprodução da internet)
Circuito interno do bar mostrou briga que levou à morte de duas pessoas (foto: Reprodução da internet)

Uma das hipóteses investigadas pela Polícia Civil é de que o investigador Sirlan Versiani Guimarães, de 39 anos, pode ter sido executado. A vítima morreu após uma suposta briga de bar no Bairro Santa Cruz Industrial, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Segundo o boletim de ocorrências da Polícia Militar (PM), Gustavo Adolfo Brasil, de 41, que teria discutido com o policial, também foi baleado e morreu no hospital. De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que o policial foi executado com cinco tiros pelas costas.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou ainda que foi aberto um inquérito para apurar os fatos que envolvem a morte do investigador. Além disso, existe a suspeita da participação de uma terceira pessoa no homicídio e, no momento, são feitas diligências a fim de localizá-lo. 


A corporação afirma que não serão repassadas mais informações para não prejudicar a investigação.

OCORRÊNCIA Segundo o boletim de ocorrências, a PM foi acionada por volta da meia-noite após denúncias de um tiroteio no endereço. Chegando ao local, eles encontraram dois homens baleados e caídos na calçada em frente ao bar. Perto das vítimas, foi encontrada uma pistola.

Ainda de acordo com a corporação, uma testemunha disse que Sirlan chegou ao bar e se envolveu em uma discussão com dois casais de clientes. Em determinado momento, ele e Gustavo entraram em luta corporal e ocorreram os disparos. (Com informações de Cristiane Silva)

* Estagiária sob supervisão da subditora Regina Werneck 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade