Publicidade

Estado de Minas

Começa recapeamento da Avenida Mário Werneck e desvios preocupam

O desvio no tráfego é de grande impacto para a circulação no Buritis, porque o fluxo precisou ser fechado na principal avenida e está desviado para ruas secundárias


postado em 04/04/2018 06:00 / atualizado em 04/04/2018 08:46

Início das obras de reconstrução da pavimentação da Avenida Mário Werneck(foto: Jair Amaral/EM/DA Press)
Início das obras de reconstrução da pavimentação da Avenida Mário Werneck (foto: Jair Amaral/EM/DA Press)

Depois de mais de dois anos de reclamações e solicitações à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), moradores do Bairro Buritis, na Região Oeste da capital, tiveram uma boa notícia. No entanto, a preocupação com os impactos da novidade preocupa bastante. A Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura começou as obras de recapeamento na Avenida Professor Mário Werneck nas imediações do Parque Municipal Aggeo Pio Sobrinho, que mais parecia uma estrada rural por conta da quantidade de buracos, ondulações e deformações no asfalto. Porém, antes de comemorar o retorno de condições viáveis ao trânsito, motoristas deverão sofrer bastante, pois terão que enfrentar um período de 40 dias de muitos transtornos. O desvio no tráfego é de grande impacto para a circulação local, porque o fluxo precisou ser fechado na principal avenida do bairro e está desviado para ruas secundárias, causando longas filas na região.

Segundo a Secretaria de Obras e Infraestrutura, as obras começaram na segunda-feira. Desde fevereiro de 2016 moradores e a Associação do Bairro Buritis (ABB) denunciam o problema e pedem providências da prefeitura. A quantidade de buracos se multiplicou e chegou a criar risco para o tráfego de veículos, uma vez que em alguns pontos as depressões são profundas. Há mais de dois anos, quando a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) começou a recompor a avenida devido à instalação da rede de gás canalizado no bairro, a população aguarda uma recomposição completa, mas o trecho de cerca de 150 metros ficou sem obras. Na época, a empresa alegou se tratar de uma área com intervenções de responsabilidade da PBH e a Sudecap informou que aguardava a alocação de recursos para fazer a obra ainda em 2016, o que não ocorreu. 

(foto: Arte EM)
(foto: Arte EM)


CHUVAS 
Com as chuvas intensas de março, o problema que já era crítico, ficou ainda mais, se espalhando para as quatro faixas de circulação – duas em cada sentido. Dos dois lados da via, no trecho entre as ruas Alessandra Salum Cadar e Maria Heilbuth Surette, há um ponto de ônibus instalado, o que deixava pedestres expostos à água barrenta espirrada pelos carros que passavam nos buracos. A situação ficou tão crítica que, mesmo com a obra completa prevista, foi necessário fazer o tapa-buraco 10 dias antes de começar com as intervenções. O recapeamento ganhou ainda mais importância depois que a BHTrans mudou algumas regras de circulação na região e implantou novos semáforos na Mário Werneck, tornando a faixa da direita, no sentido Anel Rodoviário, mais útil.

O presidente da Associação do Bairro Buritis (ABB), Bráulio Lara, destaca que a obra será importante para o trânsito, mas também para os pedestres. “Aquela área é de grande circulação de pessoas e as condições do asfalto atuais podem até deixar um carro desgovernando, aumentando o risco de acidentes”, afirma. Lara disse ainda que pretende acompanhar o andamento das obras e que o transtorno terá que ser tolerado, pois não é possível fazer a obra sem fechar o trânsito na Mário Werneck. Ele também cobra que, após a intervenção, a PBH também atue para corrigir os problemas que já começam a aparecer nas ruas secundárias, para onde o trânsito está desviado.

No trecho será colocado um novo material de base no local, acompanhado de drenos, para que a água não carregue a parte sob o asfalto e também suporte o tráfego pesado da região, que é composto de carros pequenos, ônibus e caminhões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade