Publicidade

Estado de Minas

Ministro da Cidades avalia repassar R$1 bilhão para Belo Horizonte

Ainda de acordo com o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a prefeitura deve receber recursos para saneamento básico, mobilidade urbana e habitação


postado em 15/01/2018 12:41 / atualizado em 15/01/2018 14:30

Autoridades visitaram as obras da Via 710 e no Viaduto Leste, que já recebem contribuição de verba federal(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS.)
Autoridades visitaram as obras da Via 710 e no Viaduto Leste, que já recebem contribuição de verba federal (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS.)
A capital mineira pode receber cerca de R$ 1 bilhão para obras de infraestrutura relacionadas a saneamento básico, mobilidade urbana e habitação. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira pelo prefeito Alexandre Kalil (PHS) e o Ministro das Cidades Alexandre Baldy, que visita Belo Horizonte.

As autoridades não detalharam as obras, mas destacaram que os trabalhos no complexo do Cachoeirinha, na região Nordeste de BH, que promete conter as enchentes na região, deve receber “investimentos grandiosos". O local é historicamente conhecido por problemas em decorrência da chuva.

 "O prefeito e sua equipe mostraram o projeto de intervenção na área de saneamento básico – que são projetos importantíssimos para a melhoria da saúde, da qualidade de vida e da segurança por prevenção a enchentes e calamidades. Para que, assim, façamos investimentos e que a população não seja colocada novamente em risco", pontuou o ministro. Hoje, segundo ele, o intuito foi "observar o desafio" e estudar os investimentos.

 Amanhã, o secretário de Obras do município, Josué Valadão e a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) irão para Brasília (DF) para uma reunião com Ministério das Cidades para se debater sobre prioridades, recursos e prazos. Mas, Quando questionado sobre o repasse financeiro, Alexander disse que deve ocorrer até abril deste ano.

 O prefeito e o ministro visitaram as obras da Via 710 e no Viaduto Leste – que já recebem contribuição de verba federal. A visita foi rápida e não foi falada sobre o decorrer das obras durante a coletiva de imprensa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade