Publicidade

Estado de Minas

Motorista alcoolizado provoca acidente na Avenida Contorno

Teste do bafômetro apontou 1,12 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Segundo Polícia Civil, esse é o terceira vez que o mesmo condutor é preso dirigindo bêbado


postado em 03/09/2016 08:41 / atualizado em 03/09/2016 13:30

Motorista alcoolizado provoca acidente na Avenida do Contorno, na altura do Bairro Santo Antônio, região Sul da capital (foto: Cristina Horta/EM/Da/Press)
Motorista alcoolizado provoca acidente na Avenida do Contorno, na altura do Bairro Santo Antônio, região Sul da capital (foto: Cristina Horta/EM/Da/Press)
O motorista Rodrigo Espechit Gontijo, 31 anos, provocou um acidente na madrugada deste sábado ao dirigir alcoolizado pela Avenida do Contorno, na altura do Bairro Santo Antônio, Centro-Sul de BH, segundo o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

A Polícia Civil confirmou o flagrante e informou ainda que Rodrigo já tinha sido preso outras duas vezes pela mistura de bebidas alcoólicas e direção, porém, as datas não foram informadas. Um dos casos, inclusive, já tem processo administrativo finalizado que determinou a suspensão da Carteira NAcional de Habilitação (CNH). Mesmo assim, ele continuou dirigindo e também foi atuado por dirigir com a CNH suspensa.

O carro, um Ford Ka alugado, rodou na pista e ficou destruído após se chocar com uma árvore. Rodrigo Gontijo foi conduzido por policiais do BPTran para o plantão do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) na Avenida João Pinheiro e a ocorrência foi recebida nesta manhã pela Polícia Civil.

Rodrigo apresentou diferentes versões para o fato. Inicialmente, chegou a admitir para os militares que estava dirigindo, mas depois mudou e disse que estava no banco do passageiro, pegando carona com o real motorista. O teste do bafômetro apontou 1,12 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. O valor considerado para que a conduta de dirigir alcoolizado se torne crime de trânsito é 0,34 mg/l, o que mostra que o condutor estava muito acima desse limite.
Rodrigo foi encaminhado ao Detran para prestar depoimento a um delegado de plantão(foto: Cristina Horta/EM/D.A PRESS)
Rodrigo foi encaminhado ao Detran para prestar depoimento a um delegado de plantão (foto: Cristina Horta/EM/D.A PRESS)


Na parte de trás do veículo os policiais encontraram uma garrafa de cerveja long neck. O passageiro Jonathan Maia Barbosa, 19 anos, sofreu escoriações leves e foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

Na unidade de saúde ele confirmou aos militares que Rodrigo era o motorista e disse que os dois estavam em um bar na Avenida Prudente de Morais, Centro-Sul da capital mineira.

Para a reportagem do EM, Rodrigo disse que era o passageiro. "O que está acontecendo é uma arbitrariedade. Eu soprei bafômetro sem ser o motorista do carro", disse ao ser encaminhado ao Detran.

Pelo fato de ter sido flagrado alcoolizado, Rodrigo terá que pagar uma multa de R$ 1.915,40. Porém, se um dos dois registros anteriores tiver acontecido em um intervalo de menos de um ano, o valor da multa dobra.

Ele também será submetido a um novo processo administrativo, que poderá suspender a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por até dois anos, graças à reincidência.

(foto: Cristina Horta/EM/DA Press)
(foto: Cristina Horta/EM/DA Press)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade