Publicidade

Estado de Minas

Motorista alcoolizado entra na Linha Verde na contramão e bate de frente em outro carro

Três pessoas ficaram feridas e teste do bafômetro com o condutor que causou a batida apontou 0,62 mg/l, o que é considerado crime de trânsito. Com a retenção no tráfego, um segundo homem bêbado bateu em outro veículo


postado em 25/04/2016 11:30 / atualizado em 25/04/2016 11:40

Com a força da batida, porta do carro conduzido pela família que seguia no sentido correto foi arrancada(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Com a força da batida, porta do carro conduzido pela família que seguia no sentido correto foi arrancada (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um motorista alcoolizado por pouco não causou uma tragédia na noite deste domingo na MG-010, em frente à Cidade Administrativa, no Bairro Serra Verde, Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Depois de beber com amigos, ele ficou perdido e entrou na contramão do túnel de acesso à sede do governo estadual, saindo no sentido errado da Linha Verde. O resultado foi uma colisão frontal com um Palio que seguia no sentido Lagoa Santa, no qual estavam pai e duas filhas.

Com o impacto da batida, uma das portas do Palio foi arrancada. As duas meninas usavam cinto de segurança e tiveram apenas escoriações leves. O pai também ficou levemente ferido, mas acabou preso com as pernas agarradas no painel e precisou ser liberado pelo Corpo de Bombeiros. Segundo o sargento Fernando Lucas Pedrosa, do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv), o motorista que causou a batida estava cambaleando, com a fala desconexa e o hálito etílico, dizendo que se perdeu quando queria ir para o Bairro Céu Azul, em Venda Nova, depois de tomar cerveja com amigos.

O teste do bafômetro apontou 0,62 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, acima do limite de 0,34 mg/l, que é considerado para caracterizar um crime de trânsito. O trânsito teve que ser parcialmente interrompido, causando uma leve retenção no trecho.

Neste momento, com o tráfego parado, um segundo motorista bateu na traseira de um carro ocupado por uma família que voltava para Lagoa Santa, na Grande BH. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e também apresentava sinais de ter bebido, além de tentar enganar os policiais e dizer que não estava dirigindo.

Como o responsável pela segunda batida ficou muito alterado e brigou com os policiais militares e bombeiros, ele foi algemado e também encaminhado ao plantão do Detran, assim como o primeiro condutor bêbado.

Segunda batida foi uma colisão traseira(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Segunda batida foi uma colisão traseira (foto: Polícia Militar/Divulgação)



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade