Publicidade

Estado de Minas

Niemeyer é homenageado no Itamaraty, cujo prédio foi projetado por ele


postado em 06/12/2012 12:05

(foto: Ana Maria Campos/CB/D.A Press)
(foto: Ana Maria Campos/CB/D.A Press)

O Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, está hoje (6) com a bandeira a meio-mastro em homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos, que morreu ontem no Rio. Niemeyer projetou o palácio e os anexos do prédio. O edifício principal é um dos mais visitados por turistas e é chamado também Palácio dos Arcos, o primeiro nome dado ao edifício, devido aos arcos da fachada.

Durante a reunião do Conselho Comum do Mercosul com os chanceleres e ministros da Economia do bloco, sob a coordenação do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, foi feito hoje um minuto de silêncio em memória de Niemeyer. Patriota recebeu as autoridades na escada principal do prédio, em forma de hélice sem corrimões, projetada pelo arquiteto.

O Palácio Itamaraty foi inaugurado em 1970 e é formado pelo prédio principal, os anexos 1 e 2, sendo que o segundo é conhecido como Bolo de Noiva – extensão do governo do ex-presidente Fernando Collor nos anos 1990.

A sede da diplomacia tem, em seu interior, painéis de artistas como Athos Bulcão, Rubem Valentim, Sérgio Camargo, Maria Martins e afresco de Alfredo Volpi. O paisagismo interno e externo é de Roberto Burle Marx. Em frente ao Palácio do Itamaraty, sobre o espelho d'água, há uma escultura denominada Meteoro, de Bruno Giorgi.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade