Publicidade

Estado de Minas CONCURSOS

Natal: descansar ou estudar para concursos? Veja a palavra de especialistas

Quem está se preparando para concorrer a uma vaga no serviço público sempre enfrenta um dilema com a chegada das festas de final de ano


23/12/2021 12:08

Ilustração com homem em meio a vários livros
(foto: FERNANDO LOPES/CB/D.A PRESS)
Quem está se preparando para concorrer a uma vaga no serviço público sempre enfrenta um dilema com a chegada das festas de final de ano. Descansar ou estudar?  Para ajudar você a decidir, o Papo de Concurseiro conversou com especialistas no assunto.

Para o professor do IMP Concursos, Décio Sousa, servidor público há 10 anos e especialista nas matérias de raciocínio lógico, matemática, estatística e gerenciamento de estudos de alta performance, o importante é manter o foco e traçar um bom plano de aprendizagem que contemple horas de lazer e de estudo. "Ter estratégia é sempre a melhor coisa a se fazer. Trace um plano de estudos com uma carga horária mais reduzida, baseada em revisões e resoluções de simulados. Lembre-se que o descanso/lazer é necessário, mas não perca o foco do seu tão sonhado cargo público. Equilíbrio e constância é a chave de tudo", explica.

A psicóloga e neuropsicóloga Juliana Gebrim explica que é perfeitamente compreensível que os concurseiros queiram se dedicar mais à família, participando de festas de confraternização, amigo secreto, entre outras atividades, durante as celebrações de fim de ano. Porém, é preciso também ser resiliente e não negligenciar por completo o cronograma de preparação. "Celebre a vida, especialmente nesse momento delicado de pandemia que ainda estamos vivendo, mas é preciso fazer uma pausa consciente. A orientação de uma forma geral é conciliar uns dois ou três dias e depois retomar os estudos", comenta.

Segundo ela, fazer uma pausa consciente não vai prejudicar o seu cronograma, nem impactar no seu ritmo de estudos. Ou seja, para ela, você pode participar, sim. Mas, é importante não perder o foco no  cronograma. "Participe, mas reorganize seus estudos no dia seguinte. Sempre os dias após as festas de natal ou de ano novo são mais tranquilos e muitas pessoas estão estão dormindo, com ressaca depois das celebrações, mas se você curtir com moderação estará disposto para acordar e retomar a sua agenda de estudos e seguir com firmeza o seu sonho de ingressar no serviço público", explica.

Ela também argumenta que o que vai definir a aprovação do candidato não é esse período reservado para as festas de final de ano, mas a capacidade de retomar os estudos após essas paradas. Para quem não vai viajar, será mais fácil lidar com essa retomada. Mas, não se preocupe! Se alguém vai viajar, também será preciso organizar o planejamento para não desorganizar a rotina de estudos.

A dica é também dedicar esse período para revisar os resumos, assistir a algumas videoaulas mais leves e etc. Outra coisa importante é você deixar claro para a sua família como será o seu planejamento para que eles respeitem a sua decisão e te ajudem a cumpri-lo. "Ter pontos de apoio é essencial para ele não cair no desânimo, desistir dos objetivos ou até mesmo ter problemas emocionais. Vale ressaltar também que é preciso estar comprometido com os seus objetivos para conseguir manter a rotina de estudos e cumprir o cronograma de estudos nesta época. Para isso, o candidato necessitará de muito empenho, determinação e compromisso. As dificuldades acompanham a nossa vida, mas para superá-las e conseguir passar num concurso devemos superar as barreiras", enfatiza a psicóloga.

Anote as dicas do professor

Dá para aproveitar um pouco das festas sem interromper totalmente os estudos?

Com certeza. Se o estudante seguir um cronograma de estudos com disciplina, é até indicado que ele aproveite um pouco (com responsabilidade e sem exagero) das festas de fim de ano.

Você acha que os benefícios de passar as festas com a família, aproveitar essas datas, também é importante para quem está se preparando para os concursos de 2022?

Para tudo na vida é necessário ter equilíbrio. Nos estudos não é diferente. Graças aos momentos de lazer e descanso, é possível obter vários benefícios que não serão alcançados caso o estudante fique preso aos estudos o tempo todo. O lazer previne problemas de saúde tais como: Estafa, Estresse, Transtornos psicológicos, Problemas cardiovasculares, Doenças crônicas e Perda de memória.

Como dividir o tempo de estudo com o tempo para relaxar e ficar com a família?

Nesse período de fim de ano, incluindo a "virada" de ano novo, gosto de dividir as semanas em 4×3. Quatro dias de estudo intenso e 3 dias de lazer e festejos.

Quais são os principais erros cometidos pelo concurseiro, nessa época do ano, que podem prejudicar a sua preparação?

Não ter equilíbrio e "dosagem". A maioria tem a característica "oito ou oitenta". Ou estudam o tempo todo, ou só voltam a estudar depois da virada de ano novo.

Sabemos que o que importa é a constância de estudo e o método correto, para o aluno se preparar nesse sentido, pelo menos nesse período de Natal e Ano Novo, qual seria o tempo de estudo ideal?

Não existe um tempo em específico. O tempo "ideal" é o tempo que o concurseiro estuda com qualidade. O tempo que realmente ele consegue render, aprender, memorizar, entender o conteúdo de forma ampla e clara. E isso depende da individualidade de cada um. Há alunos que rendem em duas horas de estudos, o que muitos não conseguem render em quatro horas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade