UAI
Publicidade

Estado de Minas CASO PEDRO GUIMARÃES

Mais um executivo da Caixa acusado de assédio pede demissão

Celso Leonardo Barbosa, vice-presidente de Negócios de Atacado do banco, teria atacado uma funcionária sexualmente


02/07/2022 15:00 - atualizado 02/07/2022 15:49

Celso Leonardo Barbosa, vice-presidente de Negócios de Atacado da Caixa Econômica Federal
Além de ter sido citado nas denúncias de funcionárias contra Pedro Guimarães no Ministério Público Federal, Barbosa é acusado na única denúncia de assédio sexual formalizada na ouvidoria da Caixa (foto: Site/Caixa)
Após as denúncias de assédio sexual contra o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, mais um executivo do banco perdeu o cargo devido uma nova acusação. Celso Leonardo Barbosa, vice-presidente de Negócios de Atacado, uma das 12 vice-presidências do banco, pediu demissão, nesta sexta-feira (1º/7).

O executivo era considerado o vice mais próximo de Pedro Guimarães. Barbosa foi citado nas denúncias de assédio sexual por funcionárias da Caixa. Após as citações, o Conselho de Administração aceitou a carta de renúncia dele, na noite desta sexta.

Além de ter sido citado nas denúncias de funcionárias contra Pedro Guimarães no Ministério Público Federal, Barbosa é acusado na única denúncia de assédio sexual formalizada na ouvidoria da Caixa.

Leia: Pedro Guimarães pede demissão da Caixa após denúncias de assédio sexual

Uma das denúncias é de que Barbosa teria atacado uma funcionária sexualmente, o que ele nega. A decisão dele de sair do banco ocorreu, segundo a Caixa, porque a situação tornou-se "insustentável". 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade