UAI
Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Paulo Guedes sobre a alta da inflação: 'Já saímos do inferno'

Para ministro da Economia, os países avançados estão enfrentando inflação elevada e as taxas poderão ir a dois dígitos, mas o Brasil já saiu do 'inferno'


19/05/2022 16:34 - atualizado 19/05/2022 18:02


Leia mais no uai.com.br/ em.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - @estadodeminas
Twitter - @portalUai / @em_com
" />

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse, durante evento em São Paulo nesta quinta-feira (19/5), que o Brasil já saiu do “inferno” da inflação e que é “natural” ele continuar no cargo em um eventual segundo mandato do presidente Jair Bolsonaro (PL).


 
“Com a pandemia, comida e energia subiram no mundo inteiro. E ainda veio uma guerra”, comentou o ministro. “O Brasil, no entanto, se levantou rápido e saiu em ‘V’ da crise. Subimos mais que as economias avançadas”, afirmou. 

Guedes diz ainda que os países avançados estão enfrentando inflação elevada e as taxas poderão ir a dois dígitos.
 
Guedes fala em evento sobre economia brasileira
Ministro da Economia, Paulo Guedes (foto: ALAN SANTOS/PR)
 
 

“Estão indo para o inferno”, disse. “Nós já saímos do inferno; tentaram empurrar a gente para lá de novo, mas saímos.”
 
Horas depois da declaração do ministro, o Ministério da Economia anunciou um aumento de 6,5% para 7,9% da estimativa da inflação oficial para este ano.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação em abril registrou alta de 1,06%, a maior para o mês desde 1996.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade