UAI
Publicidade

Estado de Minas CONJUNTURA

IBGE: desemprego recua em Minas no quarto trimestre de 2021

Taxa de desocupação ficou em 9,4%, uma queda de 1,3 ponto percentual em relação ao terceiro trimestre


24/02/2022 15:35 - atualizado 24/02/2022 16:10

Carteira de trabalho
Desemprego em Minas teve queda no último trimestre de 2021 (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
 
A taxa de desemprego em Minas Gerais ficou em 9,4% no quarto trimestre de 2021, um recuo de 1,3 ponto percentual (p.p.) em relação ao trimestre anterior e de 3 p.p. em relação ao mesmo período de 2020. Os dados são da Pnad Contínua, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
 
No Brasil, a taxa de desocupação foi de 11,1%, diminuindo 1,5 p.p. em relação ao trimestre anterior e apresentando queda de 3 p.p. frente ao quarto trimestre de 2020, mesma variação percentual observada para o estado. 

No quarto trimestre do ano passado, a força de trabalho em Minas Gerais era composta por aproximadamente 11,34 milhões de pessoas, mantendo-se estável estatisticamente em relação ao terceiro trimestre. Porém, se comparado ao quarto trimestre de 2020, os números apresentaram um aumento de 5,2%.

Do total de pessoas na força de trabalho, 10,27 milhões estavam ocupadas e 1,07 milhão desocupadas. Segundo o IBGE, houve aumento de 1,7% da população ocupada (167 mil pessoas) e redução de 11,6% da população desocupada (140 mil pessoas a menos), num comparativo com o o terceiro trimestre. 

Por sua vez, no Brasil, o total de ocupados aumentou 3% com acréscimo de 2,77 milhões de pessoas em relação ao trimestre passado. Por outro lado, o número de desocupados apresentou variação negativa de 10,7%, com diminuição de 1,44 milhão de pessoas.

De acordo com o IBGE, a taxa total de subutilização da força de trabalho, que inclui a população desocupada e os subocupados por insuficiência de horas trabalhadas e a força de trabalho potencial foi de 22,1% no estado, o que representa 2,7 milhões de pessoas. A taxa caiu 1,6% em relação ao terceiro trimestre de 2021 e de 14,8% num comparativo com o quarto trimestre de 2020. 

Por sua vez, no Brasil, a taxa total de subutilização da força de trabalho foi de 24,3% no quarto trimestre. Em relação ao quarto trimestre de 2020 houve uma diminuição de aproximadamente 4,2 milhões de pessoas subutilizadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade