Publicidade

Estado de Minas CRÍTICAS

Guedes sobre excessos de Bolsonaro: 'Às vezes, o presidente sai do cercado'

Ministro da Economia participou de evento nesta terça sobre as perspectivas econômicas brasileiras


14/09/2021 20:00 - atualizado 14/09/2021 22:36

Guedes afirmou que o país estaria mais forte e acelerado se tivesse mais apoio dentro do Congresso desde o início do mandato(foto: Edu Andrade/Ascom)
Guedes afirmou que o país estaria mais forte e acelerado se tivesse mais apoio dentro do Congresso desde o início do mandato (foto: Edu Andrade/Ascom)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, falou, nesta terça-feira (14/9), sobre os “excessos” de atores dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. "O Brasil é uma democracia resiliente robusta e sofisticada, os atores é que cometem excesso. Às vezes, o presidente sai do cercado, às vezes um ministro do Supremo prende pessoas, toda hora alguém dá um passeio do lado selvagem", disse.
 
A afirmação de Guedes foi uma referência aos ataques ao STF cometidos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro no último 7 de setembro, e às prisões de aliados políticos do governo, decretadas pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes.
 
Sobre o atual panorama econômico, Guedes afirmou que o país estaria mais forte e acelerado se tivesse mais apoio dentro do Congresso desde o início do mandato. "Se (o governo) tivesse entrado junto com a base de sustentação parlamentar… Perdemos muito tempo sem essa base e também com o combate a covid", disse. "As pessoas falam como se não tivesse tido covid. Nós fizemos a covid?", indagou, atribuindo os problemas econômicos também à crise sanitária.
 
"Evidente que foi um impacto e o Brasil caiu menos que as economias avançadas, voltou mais rápido que as economias avançadas e está em um ritmo de crescimento interessante", completou.

Sobre o desemprego, o ministro afirma que sempre existiu e defendeu que, no campo de trabalho informal, houve novas vagas.
 
"O desemprego sempre esteve aí. Nós descobrimos 38 milhões de invisíveis, e criamos no mercado informal milhões de empregos. O Brasil está gerando empregos", afirmou Guedes, no evento do BTG Pactual Digital de hoje, sobre o país com 14,4 milhões de desempregados, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade