UAI
Publicidade

Estado de Minas ALTA DOS PREÇOS

Mal da vaca louca: preço da carne bovina cai, mas frango tem forte alta

Quilo do peito de frango resfriado subiu de R$ 12,44 para R$ 13,63, um aumento de 9,55% em 30 dias; nos cortes de boi, queda é de até 2,33%


06/09/2021 11:21 - atualizado 06/09/2021 16:25

None
(foto: Leandro Couri/EM/DA PRESS)
Fica cada vez mais difícil ter carne no prato do brasileiro devido à alta dos preços. A confirmação de um caso do mal da vaca louca em um frigorífico de Belo Horizonte contribuiu para a pequena queda no preço da carne de boi. Por outro lado, os cortes de frango que têm sido substitutos à carne vermelha, ficaram mais caros. 
 
O site de preços Mercado mineiro e aplicativo comOferta foram a 38 açougues e verificaram uma leve queda na carne de boi e porco e alta no frango. A pesquisa de preço foi realizada entre 30 de agosto e 2 de setembro. 
 
"Já estava ocorrendo uma queda na carne bovina. A carne bovina já vinha caindo um pouquinho. Porém, é uma queda quase insignificante para o consumidor devido ao aumento quem vem acontecendo desde o início da pandemia", afirma Feliciano Abreu, do Mercado Mineiro.
 
Entre a primeira semana de agosto e a primeira semana de setembro, o quilo do filé de peito subiu 8,32%, passando de R$ 17,15 para R$ 18,58. O quilo do peito resfriado subiu de R$ 12,44 para R$ 13,63, um aumento de 9,55%. Já a coxa e sobre coxa subiram de R$ 11,88 para R$ 12,56, um aumento de 5,76%.
 
O mal da vaca louca traz entraves para as exportações e também deixam o consumidor um pouco temeroso em relação à carne do churrasco. No entanto, pode contribuir para a queda nos preços e permitir a volta, mesmo que momentânea, da carne no prato do brasileiro.

"O consumidor gosta da carne. Ele gosta de consumir. Então, é uma ótima notícia. A demanda que estava caindo em função do preço pode cair ainda mais", diz Feliciano.
 
Também em um período de 30 dias, o quilo do acém caiu de R$ 32,02 para R$ 31,28, uma queda de 2,33%. O da fraldinha bovina, de R$ 36,78 para R$ 36,03, queda de 2%. Já o quilo do contrafilé caiu 1,25%, passando de R$ 45,99 para R$ 45,41. O quilo da Chã de Fora caiu de R$ 38,23 para R$ 38,33, uma redução de 1%. 

O preço da carne bovina chegou no teto, o máximo que o consumidor consegue pagar, e começa a recuar. "De fato está caindo. Pouco mas está. A carne estava subindo quinzenalmente."

Feliciano destaca que as exportações contribuem para a elevação do preço da carne. Devido ao mal da vaca louca o preço deve se estabilizar, mas em patamar alto. Passado o problema sanitário identificado no rebanho, a China deverá seguir importando o produto brasileiro. "É importante que China compre, mas não podemos deixar o consumidor roer osso", diz o economista.
 
Como o preço do frango tem subido muito, a carne suína passa ser uma alternativa. "Se o frango se aproximar da carne suína, o consumidor vai optar pela carne suína. Temos cortes suínos que os preços caíram 8%, como a costelinha e o lombo."   

Na carne suína, há boas quedas no preço médio no último mês. O quilo do copa lombo caiu de R$ 18,51 para R$ 17,92, uma redução de 3,18%. O quilo da costelinha,  de R$ 23,26 para R$ 22,32, uma queda de 4%. O do toucinho comum saiu de R$ 11,55 para R$ 10,99, uma redução de 4,90%. O pernil sem osso foi de R$ 18,96 para R$ 18,47, uma redução de 2,60%. A

SEM CARNE, ROENDO O OSSO

O levantamento aponta também que as variações continuam bem significativas e que o consumidor precisa pesquisar para encontrar preços melhores.
 
O  quilo da fraldinha pode custar de R$ 27,99 até R$ 84,95, com uma diferença de 203% entre um açougue e outro. O quilo do filé mignon custa de R$ 39,99 a R$ 84,90, variação de 112%. Já a maminha custa de R$ 34,99 a R$ 69,95, diferença de 100%.
 
O quilo do contrafilé sai por R$ 37,99 até R$ 69,95, uma diferença de 84%. O do miolo de alcatra de R$ 36,95 a R$ 69,95, variação de 89%.

Na carne de porco, há variações de 246% no quilo da bisteca, que pode custar de R$ 12,99 até R$ 44,95. O quilo da costelinha sai por R$ 15,99 até R$ 34,95, com  118% de diferença entre o menor  eo maior preço. O quilo do lombinho custa de R$ 13,99 até R$ 31,90, variação de 128%. 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade