Publicidade

Estado de Minas ORÇAMENTO NO VERMELHO

Endividamento das famílias cresce em BH pelo quinto mês consecutivo

Pesquisa da Fecomércio- MG mostra que cartões de crédito ainda são os principais causadores das dívidas


15/06/2021 18:19 - atualizado 15/06/2021 19:11

Maioria das famílias têm contas atrasadas por 61 dias(foto: Reprodução/ Pixabay)
Maioria das famílias têm contas atrasadas por 61 dias (foto: Reprodução/ Pixabay)
Pelo quinto mês consecutivo, o índice de endividamento cresceu em Belo Horizonte, atingindo 74,4% em maio, contra 71,4% de abril. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) e foram divulgados nesta terça-feira (15/6) pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio-MG).
 
O levantamento mostra que o endividamento é seguido pelo aumento de contas atrasadas nas famílias belo-horizontinas, que alcançou 1 ponto percentual a mais que abril, chegando a 33,5%. 
 
Além disso, a pesquisa mostrou que as principais modalidades de dívida dos consumidores de BH tiveram pequenas reduções, como é o caso do cartão de crédito, que oscilou de 87,6% para 82,4%, mas ainda é o principal compromisso financeiro das famílias.
 
O mesmo aconteceu com o cheque especial (8,2% para 7,7%), financiamento de imóveis (8,0% para 7,7%), crédito consignado (7,4% para 6,6%) e cheque pré-datado (2,3% para 2,0%). 
 
Enquanto isso, outros dois tipos de pagamento sofreram aumento, o carnê (10,5% para 15,3%) e o financiamento de carro (10,7% para 13,0%).
 
Em relação às possiblidades de pagamento das dívidas, 15,1% das famílias acreditam que não terão condições de quitá-las no próximo mês e que, em média, as contas estão atrasadas por 61 dias. 
 
De acordo com o levantamento, as dívidas comprometem mais de 10% da renda familiar em 80,9% dos casos, sendo que 20,1% envolvem mais de 50% do orçamento mensal. 
 
*Estagiária sob supervisão


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade