Publicidade

Estado de Minas

STF determina que governo pague renda básica a partir de 2022

Deverão receber o benefício brasileiros que estejam vivendo na extrema pobreza


26/04/2021 23:41 - atualizado 26/04/2021 23:48

A ação foi movida pela Defensoria Pública da União (DPU)(foto: 23/10/19 Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil)
A ação foi movida pela Defensoria Pública da União (DPU) (foto: 23/10/19 Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil)
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta segunda-feira (26/04), que o governo federal deve definir um valor para implementar uma renda básica nacional já a partir do ano que vem. A informação foi publicada, em primeira mão, pelo site "Valor Econômico".

 

O Supremo apontou que deverão receber o benefício brasileiros que estejam vivendo na extrema pobreza, com renda per capita entre R$ 89 a R$ 178.

 

O ministro Marco Aurélio Mello, que era o relator da matéria, defendeu que, até que o governo regulamentasse o tema, o valor a ser pago deveria ser de um salário mínimo (R$ 1.045).

 

A ação foi movida pela Defensoria Pública da União (DPU), que argumentou que, passados mais de 17 anos da promulgação da lei que criou Programa Renda Básica de Cidadania, o Poder Executivo ainda não havia regulamentado o benefício.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade