Publicidade

Estado de Minas Para economizar

9 sites para você comparar preços e aproveitar a Black Friday

Em tempos de pandemia, é bom pesquisar valores dos produtos e fretes para fazer boas compras na internet durante a Black Friday


21/10/2020 10:33

(foto: Freepik)
(foto: Freepik)

 
Já está se preparando para a Black Friday 2020? O dia de ofertas será em 27 de novembro, quando muitos brasileiros já estarão com a primeira parcela do 13.º salário no bolso. Mas em tempos de pandemia com reflexos no desemprego é importante comparar preços para fazer bons negócios. 

Com muitos serviços não essenciais fechados na quarentena, o desemprego cresceu e os contratos de trabalho foram alterados. Com isso, o abono natalino pode chegar mais enxuto para muitas pessoas. Só para se ter uma ideia, o número de desempregados chegou a 13,1 milhões em julho, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). 

Mas, por outro lado, há muitos setores aquecidos na economia, como aqueles ligados às tecnologias, à alimentação e supermercados. Além disso, com mais dinheiro circulando devido ao Auxílio Emergencial, à liberação do FGTS emergencial e ao início do pagamento do 13.º salário, os lojistas estão otimistas por causa do maior volume de dinheiro em circulação. 

Lembrando que a Black Friday, que ocorre em novembro seguindo a tradição norte-americana de realizar a mega liquidação um dia após o Dia de Ação de Graças, cairá num período no qual o Brasil está diminuindo os casos de COVID-19. 

Portanto, também é esperado um movimento maior nas lojas físicas. 

Nesse sentido, a pesquisa TracyLocke Brasil, em parceria com a Behup, apontou que 59% dos consumidores decidem o canal de compra (loja física ou e-commerce) após analisar o desconto oferecido. Assim, após o comprador comparar preços, ele decide onde comprar. Outro detalhe é que 43% dos entrevistados da mesma pesquisa garantem que já estão programando suas compras para a Black Friday. 

Portanto, para facilitar a busca da oferta perfeita, muitos sites de comparação de preços são aliados dos consumidores. Confira alguns deles no próximo tópico. 

Sites para você favoritar 


Há quem prefira fazer as compras da Black Friday nas lojas físicas. Como muitas cidades têm calçadões com as principais redes do varejo, fica mais fácil comparar preços. Mas quem é adepto das compras on-line pode navegar pelos sites de comparação de preços. Confira os mais conhecidos:  

 

Google Shopping Brasil 


Google Shopping Brasil tem um visual bacana e uma navegação intuitiva. Para comparar preços é só digitar o produto desejado na barra de buscas. Também dá para refinar a busca aplicando os filtros de preço, marca e vendedor. 

BuscaPé 


BuscaPé também é bastante simples, possuindo a barra de busca em destaque, com carrossel de produtos, lista dos itens mais buscados pelos consumidores e as principais ofertas. 

Zoom 

Zoom tem uma navegação parecida com a do BuscaPé. O diferencial é que ele tem a sessão “Fique por Dentro” para ajudar o e-shopper a tomar a melhor decisão. Artigos como “como escolher a melhor fritadeira sem óleo” dão dicas aos consumidores. 

Shopping UOL 


No Shopping UOL é possível pesquisar o item mais desejado e comparar preços. O site tem uma barra de busca em lugar de destaque e um carrossel das mercadorias mais desejadas no momento. 

JáCotei 


O site JáCotei possui mais recursos que os demais. Afinal, o usuário pode baixar o aplicativo, instalar a extensão no Chrome para encontrar as melhores ofertas e ainda conferir a variação de preço do produto nos últimos 6 meses. 

BondFaro


O consumidor que quer comparar preços pode acessar o site BondFaro. Ele apresenta os produtos mais desejados e as categorias, como eletrônicos e vestuários.  

Preço Mania 


Outra opção para o consumidor é o site Preçomania, que é a versão em português do site PriceGrabber, ligado à Connexity, referência no segmento de marketing. 

Vigia do Preço 


Como o próprio nome sugere, o portal Vigia do Preço é recomendado para quem deseja comparar preços de um jeito simples. O site tem barra de busca em destaque e as categorias dos produtos acompanhadas por desenhos que facilitam a interatividade.

Baixou


O site Baixou monitora as variações de preço dos produtos. Portanto, é uma ferramenta muito importante em tempos de Black Friday. O consumidor pode consultar o site, instalar a extensão no navegador e ainda descobrir cupons de desconto.
 
Mas além de comparar preços para a Black Friday através desses endereços, é interessante poupar dinheiro para aproveitar as melhores ofertas de final de ano. Acompanhe a seguir os sites e aplicativos que ajudam a economizar dinheiro. 
 

Aplicativos para economizar dinheiro 

 
Para poupar dinheiro e ter acesso às ofertas mais vantajosas, seja na Black Friday Brasil ou fora dela, é importante planejar bem os gastos. Portanto, acompanhe alguns aplicativos que você pode ter em seu smartphone e melhorar sua vida financeira. 

  • Guia do Bolso;  
  • Organizze; 
  • Mobills;
  • Toshl Finanças;
  • Sai desse banho;
  • Proteste Postos; 
  • Kayak;  
  • Cuponeria;

No entanto, além desses recursos, o consumidor pode se valer de sites de cupons e de cashback para receber os produtos em casa e ainda receber um troco vantajoso. 
 
Portanto, confira os sites e extensões onde você pode ter cupons de descontos e cashbacks: 

  • Peixe Urbano; 
  • Cuponeria; 
  • Méliuz; 
  • Cupom Mania; 
  • IG Cupons.
 
Entretanto, além de comparar preços e usar sites de cupons de desconto e de cashback é importante ficar atento para evitar ser vítima de golpes. Veja as dicas para não deixar as compras on-line virarem um pesadelo. 
 

Dicas para não cair em golpes nas compras on-line 

 
A tendência é que as compras on-line aumentem na Black Friday e no Natal. Isso porque durante a quarentena muitas pessoas que nunca fizeram compras pela internet acabaram aderindo ao novo estilo de consumo. 
 
Um levantamento da ACI Worldwide (empresa de sistemas de pagamento eletrônico), por exemplo, apontou que o comércio eletrônico de vários países cresceu 209% em abril em relação ao mesmo mês de 2019, ou seja, no mês em que a maioria dos países estava em quarentena.
 
Nesse sentido, previna-se de fraudes. Antes de mais nada, pesquise o site do Procon que traz a lista das empresas a serem evitadas. Clique aqui para consultar. Você também pode pesquisar os sites do Proteste e Reclame Aqui. Além disso, tome como hábito: 

  • pesquisar a idoneidade da loja; 
  • pedir orientações a amigos e familiares; 
  • comprar de sites mais conhecidos; 
  • checar se o site é seguro, ou seja, tem o cadeado no início da URL; 
  • tirar print das páginas e mensagens que julgar mais importantes; 
  • não comprar em computadores coletivos, como os de lan-houses; 
  • evitar pagar compras on-line no boleto, preferindo o cartão. 

Para concluir, é importante se atentar a todos os detalhes nas compras on-line antes de encher o carrinho, dando preferência inclusive para o mesmo fornecedor para ter descontos no frete. Além disso, a velha dica de comparar preços é fundamental. 
 
Gostou das dicas? Para ter acesso a mais informações sobre a Black Friday 2020, com orientações importantes para você economizar na data, clique aqui
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade