Publicidade

Estado de Minas RETOMADA

Aeroporto de Confins deve ter alta de 57% dos voos em junho

Previsão da concessionária que administra o terminal é de que 855 voos domésticos operem no mês que vem; são esperados 50 mil passageiros


postado em 28/05/2020 14:27 / atualizado em 28/05/2020 17:09

(foto: Divulgação/BH Airport)
(foto: Divulgação/BH Airport)
O aeroporto internacional de Confins deve recuperar em junho 10% das operações do período antes da pandemia do novo coronavírus. A crise provocada pela COVID-19 chegou a resultar em queda de cerca de 95% no número de voos do aeroporto. A BH Airport, concessionária responsável pela administração do terminal, informou nesta quinta-feira (28) que para o mês que vem estão previstos 885 voos domésticos. Isso representaria alta de 57% em relação a maio, que registrou 566 voos para destinos dentro do país. Além disso, a previsão é de que 50 mil passageiros passem por Confins em junho. Em abril, foram 35 mil.
 
No mês que vem, duas rotas que ligam Confins devem ser reinauguradas. As companhias Gol, Latam e Azul voltam a voar para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Gol e Latam retomam a operação para Brasília. Com isso, o aeroporto que atende a Belo Horizonte vai passar a contar com rotas para 10 destinos.

Em maio, oito já estavam em operação para: Guarulhos (São Paulo), Campinas, Santos Dumont (Rio de Janeiro), Vitória, Montes Claros, Uberlândia, Cuiabá e São Luiz. 

A expectativa do gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, Clayton Begido, é que essa seja a primeira etapa de uma retomada que deve se fortalecer ao longo de 2020. “Demonstra a confiança das companhias aéreas no potencial do mercado de Minas Gerais, assim como é reflexo do trabalho feito na prevenção e contenção da epidemia no estado”, avalia. 


Medidas de prevenção


Em comunicado, a BH Airport afirma que o terminal está seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde e da Anvisa para conter a transmissão do novo coronavírus. Segundo a concessionária, para circular no aeroporto é preciso usar máscara, a limpeza foi reforçada e indicadores foram colocados no piso para orientar os passageiros a respeitar o distanciamento.

A BH Airport também afirma que os profissionais do terminal estão sendo constantemente orientados sobre as medidas sanitárias e recebem equipamentos de proteção individual e álcool em gel. 
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Kelen Cristina

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade