Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Venda de refinarias não mexe no preço dos combustíveis, diz Petrobras

Presidente da estatal afirmou que as refinarias brasileiras continuarão usando petróleo nacional


postado em 08/10/2019 13:16 / atualizado em 08/10/2019 14:11

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, garantiu nesta terça-feira, 8, que a venda de oito refinarias pela empresa não irá culminar no aumento do preço dos combustíveis para os consumidores. "A venda de refinarias pela Petrobras não mexe no preço dos combustíveis. O que altera o preço dos derivados nas bombas é a competição. A maior garantia para o consumidor é a competição, o custo pode até cair, mas aumentar não vai não", respondeu, em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados. "As refinarias no Brasil continuarão utilizando petróleo da Petrobras, dificilmente trarão de outros continentes", completou.

Questionado sobre o impacto na economia brasileira decorrente dos desinvestimentos da empresa em diversas áreas, Castello Branco rebateu que o desenvolvimento econômico não pode ser o resultado de uma única empresa.

Ele citou os exemplos de Venezuela e Angola como países que apostaram em suas petrolíferas como motores da economia.

"Nenhuma empresa pode se jactar de ser o motor da economia nacional. Se a Petrobras foi o motor do Brasil, fez um mau trabalho, porque o PIB per capita brasileiro ainda é baixo. Toda empresa lucrativa pode contribuir para o desenvolvimento nacional, desde que seja lucrativa", concluiu Castello Branco.


Publicidade