Publicidade

Estado de Minas

Campus Party confirma edição em BH sem barracas, por 'momento político instável'

De acordo com organização, o acampamento nerd desta vez apostará na experiência, com mais de 100 horas de conteúdo. A entrada será totalmente gratuita


postado em 04/10/2018 20:00 / atualizado em 04/10/2018 21:38

Tradicional espaço para camping sai de cena pela primeira vez(foto: Divulgação)
Tradicional espaço para camping sai de cena pela primeira vez (foto: Divulgação)

Saem as barracas de acampamento, fica o conteúdo. A Campus Party confirmou, na noite desta quinta-feira, edição com novo formato em Belo Horizonte. O evento desta vez terá entrada totalmente gratuita, com realização prevista entre 7 e 10 de novembro, na Serraria Souza Pinto.
 
“A opção de fazer em um novo formato se deve ao momento político e econômico instável que o país atravessa. Foi um esforço da organização junto aos patrocinadores para que Minas Gerais não ficasse de fora do calendário anual do evento”, disse, ao Estado de Minas, Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party Brasil. 

A realização do evento é apresentada pela Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), promovida pelo governo do estado, viabilizada com parceria feita pela MCI, organizadora da Campus Party, com a iniciativa privada.

Com a entrada franca (inscrição prévia na plataforma campuse.ro), sobe a expectativa de público: “Esperamos um público rotativo de 7 a 8 mil pessoas por dia. Nos quatro dias, esperamos superar a marca de 30 mil pessoas”, projeta Tonico. 

Novo formato
Batizado de Campus Party Experience, o novo formato do evento propõe levar real experiência – não somente para quem já conhece e trabalha com tecnologia, mas também para a família e visitantes não tão familiarizadas com as temáticas do evento.

Entre as atrações, estão área de drones, hackathon, espaço Startup & Makers – com exposição de 64 startups em estágios mais embrionários e mais avançados, e a Maker Faire – uma das maiores feiras globais do movimento maker; além de área dedicada aos simuladores.

A organização do evento prepara mais de 100 horas de conteúdo entre palestras e workshops e mais de 70 palestrantes compartilhando conhecimento em três palcos: Feel the Future (principal), Empreendedorismo e STEAM (que do inglês significa Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática), além dos workshops Coders (voltado para quem gosta de programar) e Makers (cultura maker – de colocar a mão na massa).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade