Publicidade

Estado de Minas

Clima de Copa do Mundo deixa fabricantes de cerveja otimistas em Belo Horizonte

Indústria da bebida aposta em rótulos temáticos e campanhas em estabelecimentos comerciais para incrementar as vendas. Comerciantes ainda estão desconfiados


postado em 17/06/2018 06:00 / atualizado em 17/06/2018 09:24

Distribuidora de pequeno porte, a Mamãe Bebidas ainda não viu aumento de demanda(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
Distribuidora de pequeno porte, a Mamãe Bebidas ainda não viu aumento de demanda (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)

Tanto ou mais que a bola, a cerveja é paixão nacional no país do futebol. Às vésperas de a Seleção Brasileira entrar em campo, fabricantes e distribuidores da bebida especulam sobre o placar das vendas durante a Copa do Mundo. O otimismo da indústria se confunde com a desconfiança dos comerciantes, que acabam de enfrentar crise de desabastecimento, provocada pela greve dos caminhoneiros, e ainda sofrem com o mau desempenho da economia. Pode faltar dinheiro ou animação, mas fabricantes garantem que não vai faltar cerveja, que ainda vem com rótulo especial da Copa.

 

“Mesmo em um momento menos fervoroso em relação às Copas passadas, nossa expectativa é sempre positiva em relação ao futebol”, afirma o gerente comercial da cervejaria Backer, João Roberto Pires. A previsão é de aumento entre 8% a 10% das vendas em relação ao mês passado. “O aumento nesta semana é perceptível em nosso delivery e na demanda dos bares”, afirma. A marca também está investindo em campanhas nos estabelecimentos comerciais.

 

No clima do campeonato, a Backer desenvolveu rótulo especial para a cerveja Belorizontina. Já a cervejaria Loba foi mais longe e lançou versão em homenagem ao campeonato de futebol. É a Premium American Lager, cujo rótulo é estampado com uma bola e a tulipa de chope inspirada na taça do campeão. O rótulo mostra todos os anos em que o Brasil ganhou o campeonato e faz o apelo “Rumo à Rússia 2018”.

 

A cervejaria Krug Bier projeta crescimento de 30% no período da Copa. A estratégia inclui a participação em eventos e promoções em pontos de venda. Hoje, a Krug promove carnaval em pleno campeonato de mundial, com direito à festa na rua, em frente ao bar da marca, no Bairro São Pedro, Região Centro-Sul de BH. “Estamos produzindo em torno de 50 mil litros a mais de cerveja. A demanda por delivery está altíssima”, comemora o diretor comercial da empresa, Rodolfo Viana.

 

O vice-presidente do grupo de supermercados Super Nosso, Rodolfo Nejm, espera aumento de 20% nas vendas, depois de uma primeira quinzena fraca em junho. “Estamos em um momento ruim da economia, mas nos preparamos e acreditamos num aumento de 20% em relação às vendas de bebidas dos últimos dois meses”, afirma. A rede investiu, para o período, no lançamento de cerveja Nossa, da marca Wäls, desenvolvida especialmente para harmonizar com a carne Angus, da marca própria do Super Nosso.

Outra realidade
Já para algumas empresas menores, é como se não houvesse Copa do Mundo. Na distribuidora Mamãe Bebidas, no Bairro Floresta, Região Leste de BH, a procura por cerveja e chope ainda está baixa. “O povo está desacreditado. Corremos o risco de comprar mais estoque e ficar com ele parado. Precisamos de aquecimento, talvez isso aconteça a partir de domingo”, aposta a supervisora comercial, Sandra Silva, que ainda não constatou aumento nos pedidos.

 

O dono da distribuidora Disk Bebidas, no Bairro Padre Eustáquio, Região Noroeste, Renato Madureira de Sá, conta que não houve incremento de estoque para o mundial. “Os últimos 18 meses foram muito difíceis para o consumidor. Estamos atendendo a uma demanda normal e não percebemos nada de diferente”, afirma. Segundo ele, o capital de giro restrito da pequena empresa também dificulta a compra de mais estoque. A qualquer sinal de melhora, entretanto, eles estarão a postos para atender. “Fornecedores estão próximos”, diz.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade