Publicidade

Estado de Minas

Ministério cumpre decisão do TCU e suspende reabertura de Pampulha


postado em 18/01/2018 16:30 / atualizado em 18/01/2018 17:00

São Paulo - O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil suspendeu a reabertura do Aeroporto da Pampulha (MG) para voos de longa distância. Publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 18, a portaria segue a decisão em caráter cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU) que suspendeu, no final de dezembro do ano passado, os efeitos da portaria publicada pelo Ministério dos Transportes em 24 de outubro, que determinava a reabertura do aeroporto para grandes voos comerciais.

Com isso, o terminal na capital mineira volta a operar apenas voos regionais e serviços de táxi aéreo.

A Gol já se preparava para realizar quatro voos diários entre Pampulha e Congonhas, em São Paulo, a partir da próxima segunda-feira (22). As vendas de passagens pela companhia aérea, que começaram em 30 de novembro do ano passado, seguiram abertas após a decisão do TCU. Procurada, a empresa afirma que aguarda uma recomendação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a agência reguladora do setor, para dar andamento às operações programadas no terminal.

Já a Anac afirmou que emitirá, ainda nesta quinta, um posicionamento sobre a questão.

 

 Voo

 

Mesmo com a decisão do TCU de suspender a reabertura do aeroporto da Pampulha para voos entre estados, a Gol programava para esta segunda-feira, dia 22, a aterrisagem às 8h30 do Boeing 737/700, que sairia de Congonhas.  Uma festa fôra preparada para a inauguração do trecho, inclusive com jatos de água do caminhão dos bombeiros para o "batismo". Banda de música e troféu para o primeiro passageiro também estavam previstos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade