Publicidade

Estado de Minas

Eike Batista afirma no Twitter que grupo EBX deve R$ 109 milhões ao BNDES

Empresário voltou a se pronunciar sobre a própria situação financeira


postado em 13/04/2013 19:52 / atualizado em 13/04/2013 20:14

São Paulo - Após um período de silêncio, o empresário Eike Batista voltou a se pronunciar sobre a própria situação financeira neste sábado (13), por meio do Twitter. Ele afirmou que a exposição do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao grupo EBX é de apenas R$ 109 milhões.

Rebateu, portanto, informação publicada pela edição deste final de semana da revista Veja, de que o grupo X deve R$ 10 bilhões ao banco de fomento. Ele acusa a revista de mentir a respeito da informação, assim como teria feito na semana passada, quando afirmou que o Superporto do Açu estaria afundando.

Entretanto, a análise dos dados dos balanços das empresas abertas do grupo X, feita pelo Broadcast, mostra que o endividamento com o BNDES é de cerca de R$ 4,5 bilhões - a holding EBX é fechada, por isso não é possível saber com precisão o tamanho da dívida total de Eike.

Ao colocar mensagens em sua página oficial no Twitter, no início da noite deste sábado (a partir das 18h40, aproximadamente), o empresário gerou reações de apoio e contestações dos seguidores da rede. Alguns reclamaram do valor das ações da OGX, que acumulam queda superior a 60% desde o início do ano e fecharam o pregão da sexta-feira valendo R$ 1,55. "Eu não vendi minhas ações! Estou tão decepcionado quanto você e trabalhando para mudar esta realidade com nova disciplina!", publicou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade