Publicidade

Estado de Minas

Gastos do governo de Minas com combustível podem cair 50% com uso de GNV

Secretaria de Planejamento e Gestão lançou nesta segunda-feira a campanha Vou no Gás, para incentivar uso do combustível


postado em 22/08/2011 17:07 / atualizado em 22/08/2011 18:12

O governo de Minas Gerais vai converter mil veículos, de uma frota de 21 mil, para o Gás Natural Veicular (GNV). Com a medida, o estado pode reduzir em até 50% os gastos com abastecimento de carros, que hoje é de R$ 56 milhões por ano. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira, pela secretária de Planejamento e Gestão do Estado, Renata Vilhena, durante o lançamento da campanha Vou no Gás, da Companhia de Gás de Minas Geriais

“A descoberta do potencial de gás em Minas trouxe uma revolução econômica que transforma o gás em uma das apostas na economia e sustentabilidade do Estado”, afirmou a secretária. Segundo Vilhena, a medida tomada pelo governo deve ser expandida posteriormente.

Durante a campanha, os motoristas que converterem o veículo para GNV ganharão bônus de 300 metros cúbicos de gás, concedidos pelo governo. Veja o regulamento no site oficial da promoção. Já os taxistas que usarem o combustível vão receber o benefício de 600 metros cúbicos de gás. Além disso, esses profissionais terão uma linha de financiamento da Caixa Econômica Federal para a compra do kit de conversão. A troca poderá ser paga em até 48 vezes.


Publicidade