Publicidade

Estado de Minas ARTES CÊNICAS

Teatro Navegante de Marionetes vai oferecer oficinas de bonecos em Mariana

A iniciativa busca levar atividades educativas e recreativas em um formato digital e com pegada ecológica para as crianças a partir de 7 anos


06/05/2021 18:27 - atualizado 07/05/2021 07:28

Como suporte pedagógico, Catin Nardi conta que foram produzidos vídeos para serem apresentados e foi montado um estúdio dentro do ateliê, justamente para atender à adequação ao universo digital(foto: Ane Souza/Divulgação)
Como suporte pedagógico, Catin Nardi conta que foram produzidos vídeos para serem apresentados e foi montado um estúdio dentro do ateliê, justamente para atender à adequação ao universo digital (foto: Ane Souza/Divulgação)
A pandemia da COVID-19 afetou a todos e as crianças vêm sofrendo, cada vez mais, os impactos, com mudanças na rotina, aulas suspensas, ou ocorrendo de forma remota, e muito tempo ociosas.

Pensando nisso, o marionetista e diretor do Teatro Navegante de Marionetes, Catin Nardi, desenvolveu o Projeto Impulso Cultural e, de casa, os pequenos poderão criar e dar vida aos bonecos por meio de uma oficina.

Com apoio da Fundação Renova e da Secretaria de Educação de Mariana, Região Central de Minas Gerais, a iniciativa busca levar para as crianças a partir de 7 anos atividades educativas e recreativas em um formato digital.

Totalmente gratuita, a oficina de marionetes será produzida com materiais recicláveis e as inscrições estão abertas até segunda-feira (10/05).
 
As aulas começam em 11 de maio e vão até o dia 21. Quem está em Mariana e em alguns distritos da cidade vai receber um kit com todos os materiais e ferramentas que precisam para fazer a experiência da oficina.
 
Como suporte pedagógico, Catin Nardi conta que foram produzidos vídeos para serem apresentados e foi montado um estúdio dentro do ateliê, justamente para atender à demanda do universo digital.
 
“Os vídeos são muito didáticos, lúdicos e ideais para atender aos novos tempos que correm e temos que adequar até que a pandemia acabe e, assim, podermos voltar a apresentar nas ruas e salas de teatro”.
 

Pegada ecológica

O diretor conta que o objetivo do Projeto Impulso Cultural é despertar nas crianças o interesse pelos bonecos, pela questão ambiental, a conscientização sobre os materiais recicláveis e o consumo consciente, além de ajudar os pais a criarem um momento lúdico com seus filhos.
 
“A oficina é um resultado de uma longa experiência de produção ao longo dos anos criando e construindo bonecos a partir de materiais recicláveis, principalmente garrafas pet, e, com isso, tentar fazer com que as crianças passem a olhar para esses materiais de uma outra forma e valorizar esses materiais que costumam ser jogados fora”.
 
Em segunda instância, Catin Nardi também considera importante nas oficinas o nível de satisfação das crianças, que realizam a experiência de fazer o próprio boneco.
 
“Elas se sentem muito realizadas quando os personagens que elas criam são finalizados. Isso nós vemos ao longo dos anos, nos diferentes festivais que o Teatro Navegante de Marionetes participa”.
 

 Aprendizado mútuo no sistema on-line

De acordo com Nardi, o meio digital começou no início de 2020 com a chegada da pandemia, quando começou a dar vídeo-aulas por meio do WhatsApp.

Nessa época, o aprendizado foi mútuo: ao mesmo tempo em que dava as oficinas, descobria a melhor forma de realizá-las, afirma.
 
“A experiência oferecida era a construção de marionetes, que são muito mais difíceis de serem feitas que os bonecos artesanais, e, ao ver a dificuldade das pessoas, fui mudando a metodologia e reinventei a forma de fazer os projetos técnicos. Acho que esse desafio, que é uma sínteses de outros trabalhos anteriores, vai ser muito interessante com esse formato que está sendo apresentado e com alcance maior que no ano de 2020”.
 
Além das aulas, haverá apresentação de espetáculo de bonecos exclusivo e uma exposição das obras do artista, que poderão ser vistas no YouTube a partir de junho.
 

Histórico do Teatro Navegantes de Marionetes

O Teatro Navegante de Marionetes surgiu em 1994, e a sede foi criada em 2005, na cidade de Mariana, pelo diretor e marionetista licenciado em artes cênicas, Catin Nardi, que dedica-se integralmente à arte desde 1981.

A companhia realiza pesquisas, criação e produção de marionetes de fios e outras técnicas de bonecos para teatro, ministra oficinas, realiza montagens teatrais, exposições em festivais, circuitos culturais e TV. A abertura da novela “As Filhas da Mãe" e a  minissérie “Hoje é dia de Maria”, da Rede Globo,  são algumas de suas importantes produções televisivas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade