Publicidade

Estado de Minas Saúde

17 de maio: Dia Mundial da Hipertensão Arterial conscientiza sobre doença

Desequilíbrio de incidência comum, pressão alta atinge mais de 38 milhões de brasileiros com mais de 18 anos


17/05/2021 11:17 - atualizado 17/05/2021 11:29

(foto: Ewa Urban/Pixabay)
(foto: Ewa Urban/Pixabay)
Nesta segunda-feira (17/5), celebra-se o Dia Mundial da Hipertensão Arterial, data escolhida para promover a conscientização a respeito da doença. A hipertensão arterial - ou pressão alta - é um problema bastante comum, que atinge mais de 38,1 milhões de brasileiros com mais de 18 anos, número que equivale a 23,9% da população dessa faixa etária, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019. Os dados também revelam que a incidência aumenta conforme a idade, chegando a 62% na população acima de 75 anos.

No país, morrem anualmente cerca de 350 mil pessoas em consequência de doenças cardiovasculares, e a maioria tem como uma das causas a hipertensão arterial, que precipita 80% dos casos de acidente vascular cerebral (AVC) e também aumenta a ocorrência de infartos, aneurismas arteriais e até insuficiência renal, além da relação com a disfunção erétil.

Com a pandemia, é uma situação que pode se agravar. Pessoas hipertensas, com a pressão arterial descontrolada, estão entre o grupo com mais chance de manifestar complicações com a COVID-19, assim como outros desequilíbrios também predispõem a um quadro mais severo da infecção pelo coronavírus, como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares pré-existentes.

A pressão alta é um quadro de saúde prefeitamente controlado com hábitos saudáveis, também pela utlização adequada da medicação, quando se faz necessária. Estudos atuais traçam um paralelo sobre as formas de prevenir o problema e o isolamento social. Com muita gente confinada, é comum que uma alimentação equivocada se torne uma válvula de escape e, ao lado do sedentarismo, é uma situação que maximiza a possibilidade de descontrole da pressão arterial. Resistir às tentações e se alimentar em horários regulares é de extrema importância.

CUIDADOS PARA UMA BOA SAÚDE

- O tabagismo aumenta o risco de doenças cardiovasculares e é apontado como fator negativo no controle de hipertensos

- Pre%uFB01ra sempre os alimentos frescos e limite as refeições congeladas, embutidas e enlatadas

- O excesso de peso pode aumentar a pressão em 30%, além de di%uFB01cultar o controle nos hipertensos

- Limite o consumo diário de álcool a 1 dose (mulheres) e 2 doses (homens)

- Faça pelo menos 30 minutos de atividade física por dia, que pode ser dividido em dois períodos de 15 minutos ou três de 10 minutos

- Procure uma melhor qualidade de vida


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade