Publicidade

Estado de Minas

Alta temperatura pode ser vilã do coração. Entenda o motivo

De acordo com especialista, os dias de calor aumentam os riscos de alterações cardiovasculares


18/11/2019 15:46 - atualizado 21/11/2019 12:32

Em pessoas que já apresentam fatores de risco, são suficientes para aumentar o risco de infartos e derrames, principalmente quando as temperaturas passam de 32ºC (foto: Reprodução)
Em pessoas que já apresentam fatores de risco, são suficientes para aumentar o risco de infartos e derrames, principalmente quando as temperaturas passam de 32ºC (foto: Reprodução)
Os dias quentes exigem que as pessoas se hidratem mais e tenha atenção redobrada em relação a alimentação para evitar problemas estomacais. Porém outro órgão que também necessidade de atenção durante o verão é o coração.
 
O cardiologista Augusto Vilela revela que as temperaturas elevadas contribuem para dilatação dos vasos sanguíneos, influencia na queda pressão arterial,podendo causar desmaio, tontura e arritmia cardíaca. “Risco de hipotensão (queda da pressão arterial) causando mal estar, tonturas e até desmaios, além de desidratação”, afirma.
 
Augusto chama atenção para os cuidados que o indivíduo precisa tomar nos períodos de temperatura mais quente, principalmente, quem já apresenta algum problema cardíaco. “Beber muita água, usar meia de compressão elástica se a pressão da pessoa já for mais baixa pra evitar que com o calor a pressão fique ainda mais baixa e possa causar sintomas como tontura, mal estar, fraqueza, sonolência. Para quem sofre de algum problema cardíaco, além dos cuidados citados, deve se atentar para uso de diuréticos que pode agravar a desidratação e a queda da pressão arterial”, salienta.
 
A visita ao médico é indispensável para identificar certos sintomas e prevenir que o pior aconteça. “Evitar exposição direta por muito tempo ao sol, beber bastante água, avaliar a pressão arterial que com o calor tende a ficar mais baixa, e se necessário, avaliar ajuste dos medicamentos da pressão junto ao cardiologista”, finaliza o médico.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade