Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Hitler da TV, Sikêra Jr. tem de ser preso ou o STF já era

Suprema Corte decidiu em 2019 que homofobia é crime de racismo conforme a Lei 7716/89


29/06/2021 08:35 - atualizado 29/06/2021 09:07

Sikêra Jr., o polêmico apresentador da Rede TV(foto: Reprodução/Rede TV)
Sikêra Jr., o polêmico apresentador da Rede TV (foto: Reprodução/Rede TV)


Sikêra Jr. é um apresentador caricato de um programa mambembe de TV. E dentro da proposta, o cara é realmente muito bom. Eu mesmo já dei algumas gargalhadas com o besteirol, e até já o elogiei (repito: dentro da sua proposta).

Bolsonarista declarado, talvez nem tanto por amor, mas pela grana que recebe do governo do verdugo do Planalto, Sikêra se comporta como um papagaio ensinado. Se o devoto da cloroquina diz ‘A’, ele adota como verdade e repete sem parar.

Sikêra adora fazer graça com gays e maconheiros. E com traficantes, assassinos e ladrões, também. Na sua breguice e ignorância geral, gênero sexual se mistura com crimes premeditados e violentos contra as pessoas e a vida humana.

Até aí, no limite da lei e da complacência quase piedosa com os brutos - e burros! -, tudo bem. Ocorre que este sujeito já ultrapassou tal limite diversas vezes. E já que nada nunca lhe aconteceu, resolveu chutar o balde com força.

CRIME E COVARDIA

cretino se referiu aos homossexuais como ‘raça desgraçada’. Sim, isso mesmo; nestes termos. Hitler também se referia assim sobre os homossexuais. E sobre os judeus, negros, ciganos e crianças com necessidades especiais.

O crime foi cometido - ao vivo e em cores! - durante seu programa de sexta-feira, dia 26 de junho. Homossexuais não são nem raça nem muito menos desgraçados. E não há que se falar em força de expressão ou figura de linguagem.

Pepita responde a Sikêra Jr.: 'Sua família não é tradicional'
- Apresentador perde anunciantes e RedeTV! perde dinheiro
Uma coisa seria chamar os ‘bolsoloides adoradores de ditador homicida’ de ‘raça desgraçada’. Notadamente e sem qualquer possibilidade de dupla interpretação, a ofensa não incorreria em qualquer tipo de crime de racismo.

Por outro lado, seja lá qual for a circunstância, chamar de ‘raça desgraçada’ um grupo de pessoas que pertence a uma etnia específica, como os negros, ou que pratica uma religião, como o judaísmo, é racismo e dá cana.

STF E OS CÚMPLICES 

Teria coragem o boquirroto bolsonarista de se referir assim contra os evangélicos? Ou, quem sabe, contra os índios? Negros? Judeus? É claro que não! O império da lei lhe cairia sobre a cabeça oca, ou melhor, cheia de excremento.

A Rede TV! se comporta de maneira asquerosamente cúmplice ao permitir que um racista criminoso continue no ar. Será que os anunciantes do programa, também? E a Justiça, o que dirá? E o STF, tão duro com boquirrotos congressistas?

Ou este homofóbico racista é preso ou o Supremo pode fechar as portas de vez e nos economizar uma bela de uma grana, já que não servirá para mais nada além de soltar meliantes de São Bernardo do Campo e tornar suspeitos juízes que se atreveram a enfrentar os compadres corruptos da Corte. 

Se nada de fato lhe acontecer, talvez Sikêra, involuntariamente, faça o trabalho do cabo e do soldado do Dudu Bananinha. E nem precisará do jipe e de ir até a porta do Palácio da Justiça em Brasília. Nosso poço realmente não tem fundo.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade