Publicidade

Estado de Minas ISABELLA RICCI

A arte consegue impulsionar o turismo no Brasil?!

Uma leitura sobre a arte como insumo do turismo, na semana em que comemoramos o Dia Nacional das Artes


10/08/2021 07:00 - atualizado 23/08/2021 17:24

Yara Tupynambá em seu jardim(foto: Isabella Ricci )
Yara Tupynambá em seu jardim (foto: Isabella Ricci )
O turismo, para que não está a passeio, é uma atividade econômica ainda em desenvolvimento no Brasil. O fato é que, para que exista uma atividade econômica sustentável e até lucrativa, é essencial que exista produto. No nosso caso temos aqueles que fornecem os serviços essenciais à atividade turística, como os hotéis, restaurantes e meios de transporte.
 
E os principais insumos da atividade, que são os elementos que efetivamente fazem com que uma pessoa decida visitar um determinado destino. Em Minas Gerais e em grande parte do país, temos no segmento de turismo cultural um dos principais insumos para que a atividade aconteça de maneira plena. Será? A arte e a cultura conseguem mesmo impulsionar o turismo no Brasil?!

No próximo dia 12 de agosto vamos celebrar o “Dia Nacional das Artes”. As diversas formas de manifestação das artes, seja através do teatro, da literatura, do cinema ou da pintura, sempre encantou o ser humano. Mas por outro lado, não é raro percebermos o pouco caso com o qual as artes são tratadas ao longo da nossa história no Brasil.
 
Quando uma pessoa escolhe um destino cultural, ela busca encontrar diversas formas de expressão cultural, e quando um destino e seus equipamentos culturais estão dispostos a investir nesta motivação de passeio, eles criam um ambiente de lazer e de educação para quem vive ou passeia por ali. Porém, quando não há o investimento e o interesse, abre-se uma lacuna no estímulo ao turismo cultural, e por consequência todas as benesses deste segmento ficam comprometidas.

É claro que a arte transita por diversos aspectos da composição humana. Afinal, ao mesmo tempo que informa, diverte. E existem alguns poucos e bons que acreditam na nossa arte. Assim sendo, para comemorar essa data que deveria ser celebrada em nossa rotina diária ao longo dos anos, o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte (CCBB – BH) traz, na próxima quinta-feira, uma live com a artista mineira Yara Tupynambá.
 
No evento, que está previsto para ir ao ar a partir das 20 horas no canal do YouTube do CCBB BH, e poderá contar com público físico e obviamente seguirá todos os protocolos de segurança, Yara irá falar – e mostrar, as técnicas que utilizou ao longo de 70 anos de sua carreira artística, como se tornou a grande muralista que é, quais foram as grandes influências de sua jornada e como os elementos afetivos de sua vida ganham registro em sua obra.
 
Sob o título: “Yara Tupynambá – O Ouro de Minas”, a artista irá contar como foi sua relação como principal aluna de Guignard e como ele influenciou tecnicamente em suas obras. Uma conversa descontraída e cheia de conhecimento será conduzida com diversos elementos visuais, tanto para quem está presencial, quanto para quem estará online.

Para que a arte realmente seja percebida com o valor que tem e seja parte da história de um povo, ela precisa ser estimulada desde cedo. Nem todos serão artistas logicamente, mas é importante para o desenvolvimento de uma nação, que as pessoas consigam enxergar nas expressões artísticas as histórias que são contadas através delas. Essa percepção deve ser estimulada nas crianças, que crescerão com a sensibilidade necessária para perceber o valor das artes, e não apenas o preço.
 
E aí sim, a arte conseguirá impulsionar o turismo no Brasil, fazendo com que cada vez mais as pessoas se interessem em viajar para conhecer história e cultura através da arte.

Para quem quiser comemorar o “Dia Nacional das Artes” em grande estilo, é possível retirar os ingressos presenciais (que são limitados) através do link
 
Ou, numa pequena reunião em casa em volta do computador ou da smart tv, assistir a esta live diretamente no canal do Banco do Brasil no YouTube.

Quer saber mais sobre turismo, além de apenas dicas de viagem? Me siga no Instagram @blogdaisabellaricci ou acesse blogdaisabellaricci.com.br

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade