Publicidade

Estado de Minas RETROSPECTIVA

Regido pela renovação

O ano foi marcado por importantes lançamentos nos segmentos dos compactos, dos sedãs médios e dos SUVs, mas também chamou a atenção pela chegada de híbridos e elétricos


postado em 28/12/2019 04:00




Apesar de todas as incertezas políticas e econômicas no país, 2019 está terminando com números positivos no mercado automotivo. Com crescimento pouco superior a 10% nos emplacamentos em relação ao ano passado, o bom desempenho está diretamente relacionado com a reestilização de alguns modelos e a chegada de outros novos, que ajudaram a aquecer as vendas. O lançamento mais importante do ano, devido ao volume de vendas, foi dos novos Chevrolet Onix e Onix Plus, hatch e sedã, que já chegaram com falhas no projeto e recall convocado pela montadora. Mas tivemos ainda o renovado Hyundai HB20, que teve o design criticado, e a nova geração do Toyota Corolla, que trouxe a primeira versão híbrida flex do mundo. Os híbridos e elétricos também marcaram presença, principalmente das marcas chinesas.

(foto: Chevrolet/Divulgação )
(foto: Chevrolet/Divulgação )


CHEVROLET ONIX 
O principal e mais esperado lançamento de 2019 foi o da segunda geração do Chevrolet Onix. O modelo líder de vendas foi apresentado em setembro nas carrocerias hatch e sedã, esta denominada Onix Plus (o nome Prisma deixou de ser usado). Porém, as vendas do hatch só foram iniciadas em novembro. Os modelos chegaram com linhas mais modernas, novo motor 1.0 turbo e preços a partir de R$ 48.490. Mas logo após o lançamento, um caso de incêndio no sedã fez a GM suspender as vendas do modelo e convocar recall para atualizar o software de gerenciamento do motor. Este mês, surgiram novos problemas de vazamento na linha de combustível e no chicote da iluminação em LED, mas a montadora fez apenas uma campanha de verificação e não se manifestou publicamente.

 
 
(foto: Hyundai/Divulgação )
(foto: Hyundai/Divulgação )

HYUNDAI HB20 
Outro lançamento que mexeu muito com o segmento de compactos foi o do Hyundai HB20. Embora a montadora tenha insistido em dizer que se tratava de uma nova geração, o modelo teve a mesma plataforma modificada, ganhando dimensões mais amplas e um novo visual que gerou muita polêmica, desagradando aos fãs do HB20. O conjunto mecânico também foi modificado e o motor 1.0 turbo passou a contar com injeção direta de combustível. Mas um dos principais atrativos foi o preço inicial do hatch de R$ 46.490.




(foto: toyota/Divulgação)
(foto: toyota/Divulgação)


TOYOTA COROLLA 
O campeão de vendas do segmento de sedãs médios chegou ao mercado em setembro em sua 12ª geração, trazendo um visual com mudanças profundas, deixando de lado o aspecto de tiozão. A principal novidade do novo Toyota Corolla é a motorização híbrida flex, a primeira do mundo. Com motor 1.8 flex e outros dois elétricos, o conjunto gera potência combinada de 123cv e promete números de consumo questionáveis. O modelo tem ainda a opção de conjunto mecânico que combina um motor 2.0 e o novo câmbio CVT.
 
 
(foto: Pedro Danthas/VW/Divulgação )
(foto: Pedro Danthas/VW/Divulgação )

VOLKSWAGEN T-CROSS 
No segmento de SUVs compactos, o lançamento mais esperado ocorreu em março, quando a Volkswagen colocou à venda o T-Cross, modelo que usa a mesma plataforma do Polo/Virtus. O “suvinho” de linhas retas tem duas opções de motorização: o 1.0 TSI com potência máxima de 128cv (com etanol) e o 1.4 TSI, com injeção direta de combustível e 150cv. Ambos são turbo, sendo que o primeiro pode ser combinado ao câmbio manual de seis marchas ou automático de seis velocidades. O 1.4 TSI só é oferecido com o câmbio automático.
 


(foto: Enio Greco/EM/D.A Press )
(foto: Enio Greco/EM/D.A Press )

ELÉTRICOS 
Para quem esperava modelos elétricos, não faltaram opções. Em julho, a Nissan lançou a segunda geração do Leaf, modelo 100% elétrico que gera cerca de 149cv de potência e autonomia de 389 quilômetros, com preço sugerido de R$ 195 mil. Outro que chegou ao mercado foi o Renault Zoe, vendido por R$ 149.990. O Chevrolet Bolt (R$ 175 mil) ficou para 2020. A chinesa JAC lançou no Brasil cinco modelos elétricos, porém com preços elevados. A Caoa Chery trouxe o Arrizo 5e, elétrico com autonomia de 322 quilômetros e preço de R$ 159.900.



(foto: Porsche/Divulgação)
(foto: Porsche/Divulgação)

ESPORTIVOS 
A Porsche lançou no Brasil a oitava geração do 911, com discretas mudanças no visual , motor de 450cv e câmbio automatizado de oito marchas. A Mercedes-Benz lançou três versões do C63, dois sedãs e um cupê, com motor V8 4.0 litros de 510cv. A BMW lançou a terceira geração do Z4, com motor quatro cilindros de 258cv. A Ford iniciou a importação do SUV Edge ST com motor 2.7 Ecoboost de 335cv.



SUBIRAM NO TELHADO
 A Peugeot deixou de vender no Brasil os modelos 308 e 408, que eram produzidos na Argentina. A Ford anunciou o fim da comercialização do Focus a partir de maio, mas já tinha interrompido a produção do Fiesta e de caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que fechou as portas. A VW anunciou o fim das vendas da perua Golf Variant, importada do México. Em março, a Renault anunciou o fim do câmbio automatizado Easy'R.


VERSÕES 
A Fiat lançou o aventureiro Argo Trekking, inicialmente com motor 1.3 FireFly e câmbio manual de cinco marchas. Posteriormente, o modelo ganhou a versão 1.8. A Renault também invadiu o segmento dos pretensos aventureiros com o Kwid Outsider, com penduricalhos e sistema multimídia. O Ford Ka ganhou a versão FreeStyle com preço salgado. A Volkswagen lançou o Jetta GLI equipado com motor 2.0 turbo de 230cv. A Fiat lançou a Toro Ultra, com tampa rígida na capota. Fiat Cronos ganha a versão HGT com motor 1.8 de 139cv de potência máxima. Outra novidade da VW foi a versão GTS para o Polo e Virtus, com motor 1.4 de 150cv.


ELEITOS DO ANO 
O júri da revista Auto Esporte elegeu o Toyota Corolla como “Carro do ano”; o BMW Série 3 como “Carro premium do ano”; o Porsche 911 como “Carro superpremium do ano” e o Nissan Leaf como “Carro verde do ano”.


OUTROS FATOS DE 2019
» Ford lançou o EcoSport sem o estepe na traseira na versão Titanium
» JAC lança o T80, um SUV de sete lugares e motor 2.0 turbo
» Fiat lança o Grand Siena com preparação para o uso de GNV
» BMW traz o Série 8 Coupé com motor V8 por R$ 800 mil
» BMW X5 passa a ser montada na fábrica de Araquari (SC)
» Fiat anunciou a construção da nova fábrica de motores em Betim, de onde sairão os GSE 1.0 e GSE 1.3, ambos turbo
» A Citroën completou 100 anos com edições comemorativas de quatro modelos
» Sexta geração do Hyundai Azera chega ao mercado com preço de R$ 269.900
» Morre Lee Iacocca, um dos principais executivos da indústria automotiva
» FCA inaugura o Centro de Segurança em Betim
» Renault apresenta os reestilizados Sandero e Logan, com quatro airbags e câmbio CVT
» Porsche lança o Cayenne Plug in Hybrid a partir de R$ 435 mil
» Chevrolet Cruze ganha mudanças no visual e passa a vir com roteador de wi-fi
» Audi lança o Q8 com motor V6 de 340cv, por R$ 472 mil
» Volvo apresenta novo S60 um pouco maior e com versão híbrida plug in de 407cv
» Morre o designer Anísio Campos, pai do Puma GT, Carcará e Dacon
» Fiat comemora os 35 anos do Uno no Brasil
» 50 anos do Dodge Dart no Brasil
» VW traz para o Brasil o Golf GTE, versão híbrida plug in, por R$ 199.990
» Novo Audi Q3 chegou com visual modificado, motor 1.4 turbo e câmbio de dupla embreagem
» Peugeot confirmou a produção do novo 208 na fábrica de El Palomar, na Argentina, com vendas no Brasil em 2020
» Chevrolet Equinox ganhou motor 1.5 turbo em versão mais barata, R$ 129.990
» JAC lançou o SUV T60 1.5 turbo de 168cv
» Volvo iniciou as vendas do S60 e XC60 Polestar, com sistema híbrido de 412cv
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade