Publicidade

Estado de Minas SAÚDE

Termalismo: Conheça a cidade em MG que faz tratamento, pelo SUS, com banhos

Balneário no Sul de Minas oferece tratamentos com águas medicinas pelo SUS após lei pioneira no estado ser aprovada; quem mora longe também pode se tratar


04/11/2021 17:42 - atualizado 04/11/2021 18:35

Montagem com fachada de Balneário Reynaldo de Oliveira Pimenta e pernas imersas em banho
Banhos de imersão são umas das formas de tratamento do Balneário Reynaldo de Oliveira Pimenta (foto: Balneário Reynaldo de Oliveira Pimenta/Divulgação)
Tratamento de dores musculares, doenças respiratórias, diabates e até doenças mentais (como ansiedade e depressão) através de banhos, sauna e gargarejos. Esse é o resumo do termalismo - também conhecido como crenoterapia -, com origem nos romanos, ainda antes de Cristo, e que agora é oferecido de graça pelo SUS em Minas Gerais. Interessante, né?! Saiba mais aqui!
 
Esse tipo de tratamento só é possível em águas termais, ricas em componentes como gases e minerais. Essas condições são observadas em Caldas, municípío com quase 15 mil habitantes no Sul de Minas - e a 464 km de Belo Horizonte. O balneário - chamado Reynaldo de Oliveira Pimenta - fica mais precisamente em Pocinhos do Rio Verde, distrito a 4 km do centro de Caldas. 
 
Uma lei aprovada por lá recentemente garante o termalismo por meio do SUS. Desde agosto, 70 pessoas foram contempladas com tratamentos que duram dois meses. Em outubro, a lei foi aprovada para garantir a verba à prefeitura de Caldas. 
 

Como funciona?

 
Existe uma clínica instalada no balneário, com uma equipe multidisplinar: médicos, educador físico, nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta. Quem for diagnosticado no município com fibromialgia, dores crônicas e problemas de saúde mental podem ser encaminhados para o tratamento em águas termais. A prefeitura disponibiliza, ainda, transporte gratuito da cidade ao distrito, também via SUS.
 
Importante reforçar que uma portaria de 2006 do Ministério da Saúde compreende o termalismo/crenoterapia como medicina integrativa e complementar.
 

E quem não mora em Caldas? 

 
Também pode fazer o tratamento. Além do encaminhamento pelas unidades de saúde de Caldas, o interessado pode fazer uma primeira consulta gratuita no balneário e, após diagnóstico, encaminhado ao tratamento que dura dois meses. O custo é de R$ 180 e inclui o acompanhamento de toda a equipe do local.
 
Também há serviços oferecidos isoladamente, como, por exemplo, massagens relaxante e terapêutica, drenagem linfática, esfoliação, limpeza de pele, entre outros. Veja mais detalhes - e valores - abaixo. 
 
Mas atenção! A procura é intensa e já há planos para ampliar os dias de funcionamento. Atualmente, o balneário só abre aos finais de semana.
 

Reconhecimento

 
Com a lei inédita em Minas Gerais, Caldas recebe o reconhecimento de especialistas e associações ligadas ao termalismo, como a Organização Mundial de Termalismo (OMTh). Ainda são escassos os investimentos e e a atenção por parte do poder público no Brasil para com os tratamentos com águas termais.
 
Fachada da clínica médica situada no Balneário Reynaldo de Oliveira Pimenta
Clínica médica que fica no balneário: acesso aos tratamentos com águas termais agora pelo SUS (foto: Prefeitura de Caldas/Divulgação)
 

Atualmente somente os estados de Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina reconhecem as ‘Estâncias Termais’ como ‘locais especiais’. Para o geólogo e vice-presidente da Organização Mundial do Termalismo, Fábio Lazzerini, leis como a aprovada em Caldas podem auxiliar os profissionais em estudos clínicos nos benefícios e na indicação das águas. O estudioso também ressalta sua importância de fundamentar os tratamentos através do SUS e na atenção básica da saúde.
 
Para a coordenadora do balneário, Jussara Marrichi, a população atendida já começou a sentir os efeitos imediatos nos sintomas após o contato com as águas. “A lei é o instrumento jurídico que garante e valida o termalismo como um recurso terapêutico preconizado há muitos anos”, diz Jussara, que também é mestre e doutora em história pela Unicamp, com pesquisa em cidades termais.  
 
Para mais informações dos serviços e tratamentos, além de agendamentos, do Balneário Dr. Reynaldo de Oliveira Pimenta, o telefone é (35) 3735-1776. O local fica em Pocinhos do Rio Verde, na Avenida Rio Verde, 1077.  
 

Como são as águas?

 
Segundo a história local, as águas sulfurosas do distrito de Pocinhos do Rio Verde e suas propriedades medicinais são conhecidas desde os anos 1850. As fontes estavam localizas em uma fazenda e serviam ao dono e funcionários.

A exploração começou em outubro de 1910 e desde então passou por várias administrações e concessões de exploração. Em 17 de dezembro de 1938, por meio do decreto nº 148, o estado de Minas Gerais declarou o distrito de Pocinhos como Estância Hidromineral. 
 
As águas têm composição radioativa, alcalino, sulfurosas e bicarbonatadas sódicas. A temperatura é de 25ºC quando se originam e 37ºC para serem usadas nos banhos e duchas.
 

Saiba mais sobre termalismo/crenoterapia

 
As águas termais são ricas em componentes como gases e minerais. Seu uso se baseia no modo terapêutico como complemento a outros tratamentos. Ajudam a tratar problemas musculares e vasculares, infecções, doenças respiratórias, hipertensão, diabetes, ansiedade e depressão.
 
Mulher ao lado de banheira para fazer tratamento com águas termais
Procura pelos tratamentos termais tem sido grande (foto: Balneário Reynaldo de Oliveira Pimenta/Divulgação)
Procedimentos como banhos, duchas, massagens, nebulizações, inalação, sauna, gargarejos e ingestão das águas são realizados nos tratamentos termais. Os romanos, no século II a.C., criaram os primeiros balneários para tratar dores musculares. No Brasil, o descobrimento das fontes termais se deu em 1545.

Já o Termalismo Social surgiu na década de 1950 na Europa, com o objetivo de disponibilizar o tratamento termal para aquelas pessoas que não tinham condições de pagar por ele. Era uma forma de dar acesso a todos, e não somente aos ricos, que já frequentavam as famosas estações de água 
 
 
Preços dos serviços do Balneário Dr. Reynaldo de Oliveira Pimenta
 
Tratamentos corporais:  
Massagem relaxante: R$ 65
Tempo: 60 minutos
 
Drenagem Linfática: R$ 70
Tempo: 60 minutos
 
Pedras quentes: R$ 75
Tempo: 60 minutos
 
Pindas Chinesas: R$ 75
Tempo: 60 minutos
 
Esfoliação corporal e banho termal: R$ 80
Tempo: 60 minutos
 
Escalda-pés: R$ 45
Tempo: 30 minutos
 
Massagem Terapêutica: R$ 135 
Tempo: 60 minutos
 
Facial:
Limpeza de Pele: 80 – Tempo: 1:30h

Hidratação facial: 60 – Tempo: 50 minutos
 
Rejuvenescimento facial: 90 – Tempo: 60 minutos
 
Banhos Termais:

Imersão: R$ 20
Tempo: 20 minutos
 
Aromático: R$ 40
Tempo: 20 minutos
 
Banho Negro: R$ 40
Tempo: 20 minutos
 
Tratamento Termal para fibromialgia, dores crônicas e saúde mental: R$ 180
(20 sessões de banho termal)
 
Fango termal: R$ 30 a área de aplicação
 
Sauna úmida ou seca: R$ 20
Tempo: 60 minutos
 
Ducha Circular: R$ 10 por 5 minutos
 
 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade