Publicidade

Estado de Minas liga dos campeões

Senhor da Europa

Brasileiro Vinícius Júnior garante vitória sobre o Liverpool e aumenta a hegemonia do Real Madrid no futebol europeu


29/05/2022 04:00 - atualizado 29/05/2022 15:29

Jogadores do Real Madrid comemoram o 14º título da Liga dos Campeões
Jogadores do Real Madrid comemoram o 14º título da Liga dos Campeões, conquistado sobre o Liverpool, da Inglaterra, em jogo que movimentou torcedores de todo o mundo (foto: Paul Ellis/AFP)
O Real Madrid mostrou mais uma vez que é o rei da Europa. O time espanhol conquistou ontem seu 14º título da Liga dos Campeões ao vencer o Liverpool, da Inglaterra, por 1 a 0, com gol do atacante Vinícius Júnior no segundo tempo. Se o craque brasileiro foi decisivo balançando a rede, o goleiro Courtois também foi determinante para a vitória madridista com uma série de defesas importantes em uma atuação histórica.

 

A final começou com 36 minutos de atraso devido a problemas de segurança na entrada do público, com torcedores tentando invadir o estádio pouco antes do início da partida, fazendo com que as autoridades agissem usando bombas de gás lacrimogênio e spray de pimenta para conter os invasores.

O Real Madrid chegou a sua oitava final consecutiva com vitória, enquanto o Liverpool não conseguiu sua revanche depois da derrota para os espanhóis na decisão da Liga dos Campeões 2018.

No primeiro tempo, os 'Reds',que buscavam a conquista da competição pela sétima vez, tiveram mais oportunidades. Na única chance do Real Madrid, Karim Benzema mandou a bola para as redes, mas o gol foi anulado por impedimento, após análise do VAR.

O time espanhol conseguiu abrir o placar aos 14 minutos do segundo tempo, com Casemiro fazendo passe na direita para o uruguaio Federico Valverde, que cruzou rasteiro na área para Vinícius Júnior aparecer na segunda trave e só empurrar para o gol de Alisson. “Estou muito feliz por ganhar minha primeira Champions League. Quero conquistar muito mais e fazer história com o Real Madrid", afirmou o atacante brasileiro à plataforma Moviestar+.

Em desvantagem no placar, o Liverpool continuou pressionando, mas Mohamed Salah não estava no seu melhor dia, enquanto Courtois mostrava inspiração e qualidade, parando todas as tentativas do time inglês. “Fizemos um ótimo trabalho. Nas últimas semanas me senti muito bem. Depois que você faz a primeira defesa, é só foco e foco”, relatou o goleiro do Real Madrid depois do título.

Nos minutos finais, o time espanhol teve que segurar o ímpeto ofensivo do Liverpool, que com Salah, Sadio Mané, Diogo Jota e Roberto Firmino foram com tudo para cima e criaram perigo. No final, porém, o Real Madrid segurou a pressão adversária e saiu a vitória para levantar mais um troféu europeu.

"Foi um jogo difícil, sofremos muito, principalmente no primeiro tempo. Mas no final, acho que merecemos ganhar esta competição", disse o técnico da equipe merengue, Carlo Ancelotti. “Tivemos 23 finalizações (apenas três do Real Madrid), nove delas no gol. É um número muito bom para uma final, mas a bola precisa cruzar a linha. Foi isso o que nos faltou. O Courtois foi o homem do jogo. Isso mostra que algo não funcionou", lamentou o treinador do Liverpool, Jürgen Klopp.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade