Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO BRASILEIRO

Em busca da reabilitação

Após perder invencibilidade de 37 jogos no Mineirão, Atlético enfrenta o Avaí para vencer e continuar na parte de cima da tabela


29/05/2022 04:00 - atualizado 29/05/2022 15:39

Sasha, do Atlético
Sasha, que deixou sua marca de artilheiro na última partida do Galo, no Mineirão, deve entrar como titular. O atacante é uma das esperanças de gols da equipe dirigida por Turco Mohamed (foto: Pedro Souza/Atlético)

Quatro dias após a derrota por 2 a 1 para o Tolima-COL, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, partida que marcou a quebra da invencibilidade de 37 jogos no Mineirão, o Atlético tem a oportunidade de se recuperar na temporada e iniciar outra boa sequência diante de sua torcida no estádio da Pampulha. A equipe enfrenta o Avaí, hoje, às 19h, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O Galo tenta se manter entre os melhores neste primeiro quarto da competição. A equipe comandada pelo técnico argentino Antonio ‘Turco’ Mohamed começou a rodada na quarta posição, com 12 pontos, a dois da liderança. Mais do que pontuar, o confronto pode servir para que o time reconquiste a confiança do torcedor.
“No último jogo, tivemos oportunidades de fazer três, quatro gols. Talvez, se tivéssemos saído com a vitória, não teríamos essa desconfiança. Em outros jogos, fizemos pior e ganhamos, e agora estão comentando que buscamos o resultado”, disse o atacante Eduardo Sasha, que deve voltar ao time titular.

"A gente vê que realmente o futebol brasileiro é o resultado. Vê-se a questão da parte tática, técnica, quando a derrota aparece. Muitas vezes, quando vencemos, fazemos um jogo pior do que quando perdemos. Coisas do futebol. Temos que saber lidar com essas situações e aceitar as críticas quando elas aparecem", analisou.

Foi de Sasha o gol alvinegro na derrota para o Tolima. Ele saiu do banco de reservas, teve boa participação e, por isso, deve aparecer entre os titulares contra o Avaí. A formação ofensiva do Atlético, aliás, é uma das dúvidas em relação ao time titular. Principal nome do time, Hulk deverá ter a companhia de Sasha e um jogador de velocidade e drible, como Ademir e Sávio.

A necessidade de buscar soluções entre os reservas se deve às lesões dos titulares Matías Zaracho e Keno. O meio-campista ainda se recupera de problema muscular na coxa direita, enquanto o atacante está em fase de transição física e deve retornar contra o Palmeiras, no próximo fim de semana.

É a mesma situação de Vargas, que também terá minutos diante da equipe paulista. O outro desfalque do Atlético é na linha defensiva: o lateral-esquerdo Guilherme Arana está com a Seleção Brasileira e possivelmente será substituído por Dodô ou Rubens. Na ala direita, Guga e Mariano disputam posição.

Queda no rendimento


O Avaí iniciou a rodada como o 10º colocado do Brasileirão, com 10 pontos nas sete primeiras rodadas. Após um início empolgante, o time catarinense caiu de rendimento e acumula derrotas para Juventude e Athletico-PR, ambas por 2 a 1. “É um jogo difícil contra o Atlético, no Mineirão, uma equipe que tem grande investimento, jogadores de altíssimo nível e treinador bom. Mas tenho confiança de que o Avaí chega preparado para fazer um grande jogo”, disse o técnico Eduardo Barroca. "A preparação está sendo boa, com uma semana completa. Apesar de não ter vencido o Athletico-PR, o jogo nos trouxe lições e aprendizados. Conseguimos fazer muita coisa boa. Sabemos da sequência dura. Precisamos nos estabilizar", completou.
Para a partida contra o Atlético, Barroca terá as voltas de Muriqui e Bressan, recuperados de problemas físicos. O volante Jean Cléber deverá ser titular na vaga do suspenso Bruno Silva. No ataque, Bissoli – ausente diante do Athletico-PR por questões contratuais – retorna ao trio com Morato e Pottker. Por outro lado, Matheus Galdezani (questões físicas) segue fora.

Mesmo fora, só vitória interessa ao Coelho


O América acumula uma derrota (1 a 0 para o Coritiba, no Paraná) e um empate (1 a 1 diante do Botafogo, no Independência) nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro e busca a reabilitação hoje, contra o Corinthians. A partida, pela oitava rodada, será às 18h, no Itaquerão, em São Paulo, pela 8ª rodada. A última vitória do Coelho na competição foi no clássico contra o Atlético. O timão, por sua vez, acumula dois empates no Brasileiro, diante de Internacional e São Paulo.

Apesar da costumeira dificuldade de enfrentar o Corinthians em território paulista, o meia Alê, que deve entrar como titular, está otimista. “Temos que ter postura vencedora, como vem sendo em todas as partidas. Está nítido para todos que nossa equipe, independentemente se joga em casa ou fora, vai em busca do resultado. Não será diferente, apesar de ser contra o Corinthians, um dos melhores da competição, mas sabemos que nas duas últimas vezes que fomos lá fizemos bons jogos", lembra o jogador.

Para buscar os três pontos, o técnico do América, Vagner Mancini, deverá contar com retornos importantes. Recuperados de lesão, os atacantes Pedrinho e Wellington Paulista treinaram normalmente com a equipe e podem ser relacionados.

Por outro lado, seguem no Departamento Médico o meia colombiano Índio Ramírez, com estiramento no ligamento do joelho esquerdo, e o atacante Paulinho Boia, com problema na coxa esquerda. Com lesões recentes, o zagueiro Germán Conti, o lateral-esquerdo João Paulo, o volante Juninho e o meia Matheusinho devem permanecer fora. O zagueiro Danilo Avelar e o atacante Everaldo são desfalques por força de contrato, já que ambos estão emprestados pelo Timão.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade