Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO BRASILEIRO

Atlético: Presente de aniversário

Atlético iguala segunda maior sequência de vitórias nos pontos corridos com goleada sobre o Bahia. No dia em que fez 35 anos, Hulk decidiu de novo


26/07/2021 04:00 - atualizado 26/07/2021 09:49

Hulk tem sido um dos jogadores mais decisivos do alvinegro, marcando gols e dando assistências(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Hulk tem sido um dos jogadores mais decisivos do alvinegro, marcando gols e dando assistências (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

No dia em que completou 35 anos, Hulk deu o presente para a torcida do Atlético. Ontem pela manhã, no Mineirão, o atacante marcou duas vezes na goleada do Galo sobre o Bahia, por 3 a 0, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nathan, no fim, fechou o placar no Gigante da Pampulha. Foi o sexto triunfo consecutivo da equipe alvinegra na competição.

O Galo igualou a sua segunda maior sequência nos pontos corridos – em 2015 também ganhou seis vezes seguidas, sob o comando de Levir Culpi. Agora, o time de Cuca está prestes a alcançar o próprio treinador, que na edição de 2012 levou o alvinegro a sete triunfos em série.

Depois de um primeiro tempo de pouco futebol, Hulk apareceu para brilhar. Primeiro, numa arrancada, tabela e gol com toque de categoria. Depois, ao sofrer e converter pênalti. O Atlético segue em segundo lugar, a três pontos do líder Palmeiras, que também venceu na rodada (1 a 0 sobre o Fluminense).

Mineiros e baianos voltam a se enfrentar na quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, mas com outro foco: as oitavas de final da Copa do Brasil. Já pelo Brasileiro, o Galo terá pela frente o xará Athetico-PR no domingo, às 16h, de novo em casa.

Hulk chegou a seis gols pelo Atlético na competição, empatando com Matheus Peixoto, do Juventude, e Ytalo, do Bragantino. Ele é o vice-artilheiro do Brasileiro, com um a menos que Gilberto, do Bahia. O jogador alvinegro comemorou o bom desempenho: “Feliz, né!? Eu me sinto lisonjeado de poder fazer um excelente trabalho com minha segunda família, que é o Clube Atlético Mineiro. Juntos, com meus companheiros, poder conquistar esta vitória que é meu presente! Agora é aproveitar a minha família e nada melhor do que agradecer a Deus”.

Cuca foi só elogios ao atacante e deu aval até para a comemoração: “No dia do aniversário é complicado, porque, se não ganha, é ruim. Era um preço. Ele pode comemorar, lógico, de maneira comedida, dentro das normas. Fez por merecer, se dar os presentes que deu”.

Hulk é o jogador mais decisivo do Atlético na temporada. Tem 15 gols, além de nove assistências. São 22 participações diretas em 34 partidas. Das nove vitórias atleticanas no Brasileiro, o atacante foi determinante em cinco, balançando as redes em três delas e dando assistências para o gol que definiu o placar em duas.

SURPRESA Cuca poupou dois titulares ontem: Tchê Tchê, que foi acionado no intervalo, e Savarino, que não ficou nem no banco de reservas. Os substitutos foram Alan Franco e Dylan, que não tiveram bom desempenho. Mas o técnico ressaltou que precisava dar mais minutos de jogo aos dois.

“O Dylan vem correspondendo. Foi assim contra o América, o Corinthians e em outros jogos. E demos uma oportunidade ao Alan Franco. Ele jogou a Copa América e vem treinando forte. Lógico que eles sentem a falta de ritmo de jogo e até de conhecimento maior dos próprios companheiros. Eles sentiram, mas são jogadores da nossa confiança”, destacou.

Atlético 3 X Bahia 0

Atlético
Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Dodô (Réver, 24 do 2º); Allan, Alan Franco (Tchê Tchê, intervalo), Dylan (Eduardo Sasha, intervalo), Matías Zaracho e Nacho Fernández (Hyoran, 35 do 2º); Hulk (Nathan, 41 do 2º)
Técnico: Cuca
Bahia
Matheus Teixeira; Nino, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Juninho Capixaba, 39 do 2º); Jonas (Raniele, 39 do 2º), Patrick e Lucas Araújo (Matheus Galdezani, 18 do2º); Rodriguinho (Maycon Douglas, 29 do 2º), Rossi (Óscar Ruiz, 29 do 2º) e Gilberto
Técnico: Dado Cavalcanti
Estádio: Mineirão
Gols: Hulk 12 e 34 e Nathan 45 do 2º
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Silva (PI)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartão amarelo: Rossi, Dodô e Mariano
Próximos jogos: Athetico-PR (c), Juventude (f) e Palmeiras (c)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade