Publicidade

Estado de Minas CRUZEIRO

Cruzeiro vive pior seca de gols desde o rebaixamento à Série B

Time celeste não marcou nos últimos três jogos pela Segunda Divisão


25/07/2021 17:06 - atualizado 25/07/2021 17:10

Bruno José e Rafael Sobis alcançaram, cada um, 25 jogos na titularidade do time(foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Bruno José e Rafael Sobis alcançaram, cada um, 25 jogos na titularidade do time (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro de Mozart bateu mais um índice negativo. Além da pior série sem vitórias desde 2019 - já são oito jogos sem resultados positivos -, o time celeste também tem, agora, a pior seca de gols desde o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.

No empate por 0 a 0 com o Vila Nova, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia-GO, a Raposa alcançou o terceiro jogo consecutivo sem balançar a rede. Antes, o time já havia passado em branco nas derrotas para Avaí (3 a 0) e Remo (1 a 0). 

Não fossem os três gols registrados no empate por 3 a 3 com o Botafogo, pela 11ª rodada, a seca poderia ser ainda maior. Isso porque o time celeste também não marcou diante de Brasil-RS (9ª rodada, 0 a 0) e Coritiba (10ª rodada, 0 a 0).

A última vez em que o Cruzeiro ficou três jogos sem balançar a rede foi na reta final de 2019, quando acabou rebaixado à Segunda Divisão. Naquela oportunidade, pela Série A, a Raposa foi derrotada para CSA (1 a 0), Vasco (1 a 0), Grêmio (2 a 0) e Palmeiras (2 a 0).

Atacantes utilizados com maior frequência desde o início da temporada, Rafael Sobis e Bruno José completaram, nesse sábado, 25 jogos, cada um, como titulares do Cruzeiro. Somados, eles têm apenas quatro gols - média de um a cada 12 partidas.

Diante do Vila, Mozart tentou dar oportunidade a Thiago, de 20 anos. O atacante, que atuou durante os 90 minutos, perdeu pelo menos duas chances claras de abrir o placar para os mineiros. Guilherme Bissoli saiu do banco de reservas aos 19' da etapa final, mas também não foi eficaz nas finalizações

Artilheiro do Cruzeiro na temporada, com sete gols, o volante Matheus Barbosa deixou a Raposa rumo ao Atlético-GO na última semana. O novo goleador do clube em 2021 é Felipe Augusto, que tem atuações frequentemente questionadas pelos torcedores. No torneio nacional, ele marcou duas vezes.

Enquanto não consegue melhorar a pontaria e o repertório, o Cruzeiro se complica na Segunda Divisão. Após o resultado em Goiânia, nesse sábado, o time de Mozart ficou estacionado na zona de rebaixamento da Série B - é o 18º colocado, com 12 pontos em 14 jogos. O próximo compromisso está marcado para sexta-feira, às 21h30, contra o Londrina, no Mineirão.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade