Publicidade

Estado de Minas COPA LIBERTADORES

Agora no Galo? Em 2020, Cuca avançou na Libertadores após 0 a 0 com o Boca

Depois de igualdade sem gols na Bombonera, Santos aplicou, com autoridade, 3 a 0 na equipe argentina em confronto de volta na semifinal


14/07/2021 07:08 - atualizado 14/07/2021 07:11

Cuca em duelo entre Santos e Boca, válido pela semifinal da Libertadores de 2020(foto: Ivan Storti/Santos)
Cuca em duelo entre Santos e Boca, válido pela semifinal da Libertadores de 2020 (foto: Ivan Storti/Santos)
O técnico Cuca tem uma boa lembrança para se apegar diante do atual cenário do Atlético na Libertadores. Nesta terça-feira (13), o Galo empatou em 0 a 0 com o Boca Juniors no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, em duelo de ida das oitavas de final. Em 2020, com o Santos, Cuca passou pela mesma situação na semifinal e avançou à decisão após uma sonora vitória por 3 a 0 na Vila Belmiro, em Santos.

Em entrevista após o duelo desta terça-feira, o técnico comparou as equipes do Boca Juniors em 2020 e 2021. Na avaliação do treinador, o atual time argentino é menos técnico, mas 'muito mais competitivo'.

"Não jogamos pelo empate. O empate foi o que conseguimos ao longo da partida. Viemos para tentar ganhar. Não é fácil jogar com o Boca, todos sabem das dificuldades que é jogar aqui. O Boca mudou em relação ao ano passado, é um time mais competitivo que o do ano passado. É um pouco menos técnico, mas muito mais competitivo. Foi um jogo igual", afirmou.

No ano passado, após um duelo de poucas chances na Argentina - assim como o confronto entre Boca e Atlético -, o Santos foi muito superior ao time argentino e, com méritos, conquistou belo triunfo na semifinal da Libertadores.

Mesmo sem o domínio da posse de bola (45%), o Peixe foi efetivo e ameaçou diversas vezes a meta defendida, à época, pelo goleiro Andrada. Ao todo, foram 20 finalizações do time de Cuca contra apenas oito da equipe comandada por Miguel Ángel Russo.

O treinador paranaense, no entanto, não conseguiu alcançar o objetivo máximo. Diante do Palmeiras, na final, Cuca viu sua equipe sofrer gol de Breno Lopes aos 54 minutos da segunda etapa e teve sua possibilidade de ser bicampeão continental encerrada àquela altura.

Na próxima terça-feira (20), às 19h15, no Mineirão, em Belo Horizonte, Cuca reencontrará o Boca Juniors após nova igualdade em 0 a 0 na Libertadores. Apegado às superstições, o treinador pode se fazer valer da boa lembrança com o Santos para motivar os comandados no Atlético rumo ao avanço no torneio.

"Transfere-se para Belo Horizonte o jogo da volta. Esse resultado pode ter sido bom, pode não ser. O empate com gols dá a classificação ao adversário. Temos que fazer por onde, vencer a partida de volta, jogar melhor que jogou hoje. Hoje foi um jogo muito disputado e a equipe se doou ao inteiro", projetou Cuca em entrevista após o jogo de ida.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade