Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Cuca explica poucas oportunidades a Marrony e Sávio no Atlético

Ausência dos atletas é 'questão de gosto', explicou o treinador


17/05/2021 07:31 - atualizado 17/05/2021 07:33

Marrony e Sávio não vêm tendo muitas oportunidades com Cuca(foto: Divulgação/Atlético)
Marrony e Sávio não vêm tendo muitas oportunidades com Cuca (foto: Divulgação/Atlético)
O técnico Cuca explicou o motivo de utilizar menos os atacantes Marrony e Sávio em relação aos concorrentes no ataque. No empate desse domingo com o América, por 0 a 0, no Independência, o Atlético sofreu com a falta de velocidade nos contra-ataques em momento de desvantagem numérica, mas os dois jovens seguiram no banco de reservas até o fim da partida.

Questionado na entrevista coletiva pela falta de velocidade da equipe no contra-ataque, sendo que tinha os dois atacantes no banco de reservas, Cuca explicou que colocou em campo outros atletas com essas características.

“O Tardelli também tem esse escape, o Hyoran tem esse escape. É questão de opção, de gosto. Você falou dois jogadores e eu te falei mais dois que jogaram”, disse.

Marrony jogou como titular pela última vez na última partida da primeira fase do Campeonato Mineiro, contra o Athletic. Desde então, foram seis partidas realizadas, e ele só entrou em duas, contra América de Cáli-COL e Tombense, entrando nos minutos finais de jogo.

Já Sávio foi titular contra Athletic e Tombense (segunda partida da semifinal), mas não foi acionado nos outros cinco jogos disputados pela equipe no período.

A concorrência para os dois jovens é grande. Hoje, Savarino, Hulk e Keno são os titulares. Para o banco de reservas, Cuca também tem Eduardo Vargas, Eduardo Sasha e Diego Tardelli.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade