Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sem direito de errar


postado em 26/01/2019 05:11

O lateral-direito Guga deve ser opção no banco, enquanto Cazares terá a missão de comandar o meio-campo atleticano amanhã, no Mineirão(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
O lateral-direito Guga deve ser opção no banco, enquanto Cazares terá a missão de comandar o meio-campo atleticano amanhã, no Mineirão (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)


A derrota dos reservas para o Tombense por 1 a 0, em Tombos, pode se transformar em pressão extra ao Atlético para o duelo contra o maior rival. Se não vencer o Cruzeiro amanhã, no Mineirão, o time alvinegro permanecerá a três pontos de distância do rival na tabela. Perdendo, a diferença iria a seis. Para que a campanha na fase inicial não fique prejudicada, os titulares do Galo, que tiveram a semana cheia para preparação e descanso, entram no primeiro clássico de 2019 sem direito a errar.


Ao escalar os reservas em Tombos, Levir projetava ter um time mais forte fisicamente no Gigante da Pampulha, sobretudo para suportar o calor do segundo tempo no sol de meio-dia. Insatisfeito com o pouco tempo de pré-temporada, o treinador critica o calendário e aprova o planejamento de alternar titulares e reservas nos jogos do Estadual. “Se o campeonato fosse feito por gente que entende do futebol, certamente estaríamos com time titular na quarta (contra o Tombense). O torcedor quer ver o time jogar bem sempre, independentemente do jogo. Mas temos 35 jogadores e alternativas para mesclar, pois sabemos das dificuldades que existem ao escalar um time com poucos dias de pré-temporada.”

Desta forma, a tendência é que  ele repita os titulares da estreia com goleada sobre o Boa por 5 a 0, no Independência. Se precisar, o treinador poderá aproveitar no decorrer do jogo dois dos novos contratados, como o lateral-direito Guga e o volante Jair. O armador Vinícius Goes e o atacante Maicon Bolt ficarão um tempo a mais em preparação física e terão suas estreias adiadas para a semana que vem.

Quem está eufórico para o clássico é o equatoriano Cazares. Desde que Levir Culpi assumiu a equipe, no ano passado, o equatoriano de 26 anos tem feito boas apresentações e assumiu papel de protagonista. Fora das quatro linhas, ele passa por momento diferente: o camisa 10 comemorou no mês passado o nascimento do primeiro filho, Antuan.

Cazares sonha com um confronto em que possa ser o principal destaque alvinegro: “Sempre em jogo grande você quer ser o diferencial. Por isso, tentarei fazer o melhor, deixar o companheiro cara a cara com o goleiro ou dar uma assistência boa. A gente se prepara melhor quando a cabeça está boa, mais concentrado. Sabemos que temos de entrar em campo e dar a vida”.


Publicidade