Publicidade

Estado de Minas AMÉRICA

Contra desfalque na final, ordem no América é o fair play

Com dois cartões amarelos, três titulares e um peça-chave, estariam fora da segunda partida, no Mineirão, caso sejam advertidos pela arbitragem.


12/05/2021 13:02 - atualizado 12/05/2021 13:11

O zagueiro americano Anderson é um dos que enfrentam o alvinegro com dois cartões amarelos: atenção redobrada(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press 20/10/20)
O zagueiro americano Anderson é um dos que enfrentam o alvinegro com dois cartões amarelos: atenção redobrada (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press 20/10/20)

Seis jogadores do América – três deles titulares e um peça-chave – vão a campo com preocupação extra no domingo, no Independência, pelo primeiro confronto com o Atlético pela final do Campeonato Mineiro. Com dois cartões amarelos, eles estariam fora da segunda partida, na semana seguinte, no Mineirão, caso sejam advertidos pela arbitragem.



A dor de cabeça americana começa na defesa, com o zagueiro Anderson e o lateral-direito Diego Ferreira, passa pelo volante Flávio e o meio-campista Gustavo (ambos reservas) e chega aos atacantes Ademir, que tem sido peça chave, mesmo saindo do banco, e Rodolfo, artilheiro do Estadual, com sete gols. Desses atletas, apenas Flávio não vem sendo utilizado com frequência pelo técnico Lisca.

Por sua vez, o aproveitamento de Gustavo é dúvida para o clássico. O meia foi vetado do banco de reservas no triunfo americano por 3 a 1 sobre o Cruzeiro, no confronto de volta da semifinal, já que se recupera de uma inflamação no dedão do pé.

O duelo do fim de semana marcará o reencontro de América e Atlético em uma final após cinco anos. Em 2016, as duas equipes protagonizaram duas partidas emocionantes. Na primeira, o Coelho venceu o rival por 2 a 1 no Independência. Na de volta, no Mineirão, buscou o empate nos minutos finais (1 a 1) e ficou com o título.

Nessa terça-feira (11/5), a Federação Mineira de Futebol (FMF) definiu a arbitragem do jogo. Wanderson Alves de Souza apitará o confronto das 16h de domingo (16). Ele será auxiliado pelos assistentes Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho. Paulo César Zanovelli será o quarto árbitro da partida. O VAR (árbitro de vídeo) será comandado por Emerson de Almeida Ferreira.
 

Rival

 
Se o Coelho tem seis jogadores pendurados, o Atlético tem cinco: o zagueiro Gabriel (reserva), o lateral-direito Mariano (que vem revezando participações com Guga), o lateral-esquerdo Dodô (aproveitado em partidas com formação mista), o volante Jair (recém-liberado de contusão, mas titular) e o meio-campista Matías Zaracho (afastado por causa de lesão no ligamento do tornozelo direito). Entre eles, a chance de ser escalado recai especialmente sobre Jair, ainda que ele tenha disputado apenas dois jogos pelo alvinegro no torneio estadual desta temporada.

*Estagiário sob a supervisão do subeditor Eduardo Murta

Enquanto isso...
...Brasileiro define estreias


Atlético e América já sabem dia e horário dos primeiros compromissos pelo Campeonato Brasileiro de 2021. As estreias serão em 30 de maio, com o Galo recebendo o Fortaleza, às 11h, no Mineirão, enquanto o Coelho visita o Athletico, às 16h, na Arena da Baixada. Na segunda rodada, os dois mineiros jogam no dia 6, com os americanos encarando o Corinthians, às 16h, no Independência, e os atleticanos enfrentando o Sport, às 20h30, na Ilha do Retiro.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade